cursos para alavancar sua carreira Cursos Online
Treinamento Empresarial
Conferências
Cursos Presenciais
Catho Cursos
   Área de Treinamento Online     Esqueceu sua senha?
 
Preencha seu email abaixo e receba informações sobre nossos cursos:  
CONSULTA de CERTIFICADOS
Digite o código do certificado:  
Entre em contato conosco
Seja um parceiro
Seja um professor
Envie sua sugestão de curso
Indique este site

CENTRAL DE ATENDIMENTO
Telefone Atendimento de segunda a sexta-feira das 8hs as 17hs
(11) 4134-3570
E-mail Entre em contato

Prêmio CORP RH 2010

PEC CORPORATIVO CATHO

O Conteúdo da Catho Cursos em seu Site

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM GESTÃO EMPRESARIAL

A Catho Cursos é uma unidade de negócio da Catho Online

Sistema de gestão de certificado ISO 9001

Somos associados:

ABED ABTD

Siga-nos no Twitter
Home » Artigos sobre E-learning » 2008 » Logística

Logística | Buracos, muitos buracos na Logística do Brasil

Renato Rochini Neto - Daimler Chrysler
|

Definitivamente é quase impossível entender o país em que vivemos, e é difícil decidir se devemos rir ou chorar.
Estava minutos atrás assistindo uma reportagem no Jornal Nacional a cerca da condição das nossas estradas (pra lá de vergonhosa) e do "plano de emergência" do governo federal para uma operação emergencial "tapa buracos" e de um plano para recuperação da malha viária a ser iniciado no ano que vem depois de uma reunião com os governadores.

Por que será que ninguém fez isso antes?
- O que faltava?
- Pressão de quem?
- A mídia tem tocado no tema insistentemente nos últimos meses!
- Como diz um renomado jornalista nacional "é uma vergonha" para não escrever algumas outras expressões impublicáveis.

Alguns fatos são incontestáveis:

- Que nossas estradas estão uma vergonha desde há muito tempo.
- Que recuperar as estradas era parte das "promessas" de campanha do Senhor Presidente(alguém se lembra)?
- Que muito dinheiro correu pelo ralo desde o início do governo nesta "briguinha" entre a esfera federal e a estadual a cerca da responsabilidade pela conservação das estradas.
- Que os custos logísticos do nosso país são afetados diretamente pelo estado das nossas estradas (vide aumento de fretes e passagens de ônibus).
- Que os fretes não cobrem as despesas das transportadoras e menos ainda dos autônomos
quando o assunto é transportar mercadorias numa malha viária desta qualidade.
- Que recuperar estradas hoje não dá voto (pelo menos é o que parece).
- Que algumas empreiteiras certamente irão ser beneficiadas pelos contratos de recuperação, apesar do esforço do governo em nos fazer acreditar que não com esta conversa de contratos com preços pré-fixados e com desconto.
- Que estrada ruim é sim causa de acidentes!

Mas o mais estranho é ouvir uma estatística divulgada pelo ministério dos transportes e endossada pela Policia Rodoviária Federal de que dos 112 mil acidentes de 2004, 91 mil foram causados por imperícia dos motoristas, ou seja, que estrada ruim não é causa de acidentes e sim estrada boa já que os motoristas nestas condições acabam abusando da velocidade e conseqüentemente por imperícia perdem o controle do veículo envolvendo-se automaticamente em acidentes.

Pelo amor de Deus, isso não devia de forma alguma ser cogitado por qualquer um dotado da mínima inteligência como justificativa para o que quer que seja.

Temos diversos outros fatores que precisam sim, num plano de governo inteligente e orientado ao progresso serem tratados com a devida seriedade e em longo prazo.

Sabemos que nosso sistema e método de formação de motoristas são vergonhosos e não preparam ninguém para ser um condutor. Será que não vem daí a causa das tais imperícias?

Mas quem tem oportunidade de viajar pelas nossas "estradas" (algumas não sei do que chamar já que caminhos vicinais normalmente são mais bem conservados) sabe os riscos que corre, buracos, depressões, motoristas sem experiência nestas condições de tráfego, sinalização inexistente, desabamentos e por aí vai.

O que nossos "estatísticos" e "justificadores" de plantão esquecem de contabilizar é que justamente como a maioria destas vias não oferece mínimas condições de tráfego, temos menos veículos circulando e numa velocidade infinitamente menor o que diretamente gera menor número de acidentes nestas vias, ainda mais que rodas amassadas, suspensões avariadas, pneus cortados e motoristas estressados não entram nesta conta.

O transporte de cargas e passageiros pela BR267 no trecho entre Juiz de Fora e Caxambu, somente para ser citado como exemplo teve seu tempo de percurso aumentado em cerca de 2 horas para um trecho de 270 km (de 3,5 hs para 5 hs em média).

O de passageiros teve as tarifas alteradas para maior, já que os custos com manutenção são inevitáveis e alguém tem que pagar a conta.

Definitivamente sou obrigado a acreditar que "estrada não dá voto" e que nós Brasileiros devemos nos contentar em utilizar vias de qualidade, ou nos períodos próximos ás eleições quando os cofres são abertos, ou então nos mudando para algum outro estado que consiga manter sua malha viária tanto estadual como federal em excelentes condições, ou seja, vamos todos para São Paulo.

Falar em Logística sem falar de transporte, de malha viária, de lead times de trânsito, de segurança, de custos de manutenção, de satisfação dos usuários é impossível.

A todos os que nos primeiros dias do ano terão que ao invés de pular ondas, desviar de buracos, que São Cristóvão e seus anjos, que andam de plantão já há algum tempo em nossas estradas nos protejam e guiem; e por gentileza, peritos e imperitos de plantão, não se esqueçam do vencimento do IPVA.



Aprenda mais sobre logística com o curso:


LOGÍSTICA








Fonte:http://www.ibralog.org.br

Os textos aqui apresentados não representam necessariamente a opinião e/ou posicionamento da Catho Educação Executiva e são de inteira responsabilidade dos seus autores.

Veja também:
As mudanças no ambiente empresarial e o ensino da logística no Brasil   08/01/2013
Importantes Dicas Para Manter Os Estoques Sob Controle Com Altos Índices De   26/11/2012
A Catho oferece curso à distância para empresas treinarem seus funcionários   15/03/2012

Torne-se um Parceiro da Catho Cursos



Copyright 1996- Catho Online. Todos os direitos reservados. All rights reserved. ajuda / faq . mapa do site . Contato