Responsabilidade x justificativa

Colunista: Alessandro NatalResponsabilidade é o dever de arcar com o próprio comportamento ou com as ações de outrem, esta é a definição do nosso amigo Aurélio ou mais “conhecido com pai dos burros”.

É difícil encontrar no mundo corporativo gente que assuma a responsabilidade. A grande maioria dos colaboradores prefere deixar a responsabilidade apenas com o dono da empresa, perdendo assim a grande oportunidade de desenvolvimento pessoal e profissional.

Os empresários precisam de profissionais que assumam responsabilidades. Enquanto uns ficam inventando justificativas, a empresa vai priorizar quem chama a responsabilidade para si. Se der certa ou errada essa relação, o resultado final é de responsabilidade da liderança.
É preciso saber se a postura reativa é decorrente de despreparo ou de falta de coordenação organizacional. Porque os colaboradores querem feedback rápido das lideranças e preferem também um modelo de gestão participativa, pois sentem a necessidade de participar. Aquela história “manda quem pode e obedece quem tem juízo” já deveria estar extinto. Mas, infelizmente ainda é assim que funciona na maioria esmagadora das empresas, postura que a geração mais jovem não aceita.
As empresas sintonizadas com os novos tempos vão à busca daquele profissional que tem o comportamento de chamar a responsabilidade para si. Aquele profissional que, quando a bomba estoura, diz: “vamos resolver”. Enquanto os demais ficam tentando se esconder atrás de
justificativas, o que não dá mais é para alimentar um ambiente de trabalho apenas com desculpas e não cumprimento do que foi acordado.
Trabalhar preventivamente e com responsabilidade é o que os empresários esperam de seus Lideres.

Estamos preparados para a batalha da concorrência?

Para o jogo que virá

Tudo tem consequência