Faça do seu currículo um bom vendedor #SemanaDoEmprego

Não é segredo para nenhum profissional que o currículo é uma ferramenta essencial para o sucesso na busca de novas posições no mercado. Um bom currículo deve salientar todas as qualidades de um profissional de forma com que as informações estejam de acordo com o objetivo do profissional. Sendo assim, o currículo ideal deve vender, mostrar o melhor de um candidato, mas como fazer isso?

Na quinta palestra da Semana do Emprego Catho o tema foi este, como elaborar um currículo que vá de acordo com as características de um profissional, evidenciando seus pontos positivos e dando mais foco no que o fará ser chamado para processos de seleção. Vale lembrar que não existe uma receita para o currículo perfeito, mas há dicas que podem ajudar cada profissional a encontrar uma maneira de mostrar o seu melhor por meio de currículos eficientes e objetivos.

Deise Calegon, psicóloga e especialista de RH da Across, foi uma das palestrantes convidadas e falou sobre currículo para jovens profissionais em começo de carreira, estagiários e trainees, ou seja, profissionais que costumam não ter muita bagagem profissional, e falou como este público pode enriquecer seu currículo: “O ideal é que estes profissionais coloquem suas experiências profissionais caso tenham, mas que também salientem  experiências acadêmicas que foram relevantes para sua vida”, explicou.

Deise também salientou que alguns profissionais no começo de carreira costumam colocar características pessoais para incrementar o currículo, no entanto, esta prática deve ser evitada uma vez que estes dados devem ser abordados em entrevistas de seleção e não no currículo.

Larissa Meiglin e Karina Depieri, psicólogas e assessoras de carreira da Catho contribuíram com a palestra falando de currículo em aspectos gerais, para todos os profissionais, e assim evidenciaram cinco características que formam o currículo vendedor, que são:

1 – Seja específico ao descrever o objetivo

Evite descrever objetivos genéricos, ir direto ao ponto aumenta as chances de ser convidado para processos seletivos.

2 – Organize cronologicamente seu crescimento profissional

Durante a análise curricular, o recrutador geralmente repara se o currículo apresenta evolução. Deixe o currículo contar a sua história.

 

3 – Faça uma boa síntese das principais experiências

Um currículo bem elaborado deve apresentar uma síntese das principais atividades e responsabilidades do candidato em empregos anteriores.

 

4 – Destaque as informações adicionais

As experiências extracurriculares do candidato, como intercâmbios, estágios e participação em grupos de pesquisa acadêmica ou incubadoras de negócios, também são ótimos diferenciais.

 

5 – Tenha cuidado com a estética do currículo

A formatação, distribuição das informações e o uso exagerado de cores e fontes, além, claro, de erros gramaticais são pontos de extrema importância, capriche.

 

Assista a palestra na íntegra.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=lR3Wh1ff9P8[/youtube]

 

De empreendedor a empregado novamente: como voltar a buscar emprego

Como fazer um currículo sem experiência e sem ensino superior

Como montar um bom currículo?