Entrevista de emprego: como está seu português?

O processo seletivo de uma empresa é, sem dúvida, o momento onde a primeira impressão sobre o profissional será criada.

A tensão que esta etapa gera entre as pessoas costuma ser muito alta, ocasionando, algumas vezes, até em um mau desempenho nesse primeiro contato com a organização na qual deseja ingressar.

Portanto, é preciso estar atento pra não fazer feio e procurar preparar-se ao máximo: conhecer a história da empresa, observar o recrutador, estar atento ao que a vaga

O bom domínio do português também é fundamental, e pode ser este diferencial que garantirá a sua vaga.

Dicas para fazer uma boa redação

É muito comum ao final dos testes, haver uma redação onde o profissional precisa discorrer sobre determinado assunto de interesse da empresa ou tema livre.

Atenção ao que propõe

Mantenha o foco no tema, uma leitura cuidadosa da proposta de redação evita que você fuja do tema ou só o tangencie.

Repetição

Se o tema proposto pelo recrutador envolver questões de cunho pessoal, o ideal é não repetir, em momento algum, seus argumentos para defender uma opinião.

Na dúvida, substitua

Não lembra como se escreve determinada palavra ou não sabe onde usar a crase? Substitua! Os sinônimos das palavras podem ajudar (e muito) para não fazer feio.

Internetês

Abreviações do tipo “vc”, “hj”, “td”, etc., numa redação que não está na situação de comunicação que exige o internetês, pode soar como descuido na hora do recrutador avaliar o candidato. Além disso, convém não usar nenhum tipo de abreviação não explicada, pois se corre o risco de fazer uma abreviação equivocada.

Gírias, palavrões e marcas de oralidade

Expressões e gírias da fala cotidiana, como “tipo”, “mano”, “né”, “ok” ou “tá, por exemplo, não têm lugar numa redação. Palavras obscenas também devem ser evitadas no contexto corporativo, a menos que indispensáveis ao tratamento do assunto.

 

Você é o hoje o profissional que sonhou quando criança?

Como destruir sua carreira mesmo entregando ótimos resultados

10 habilidades imprescindíveis para qualquer profissional