Trabalho temporário: a hora é agora!


Muitos profissionais veem no trabalho temporário uma oportunidade de recolocação, afinal, muitas das vagas oferecem possibilidade de efetivação ao final da temporada. Segundo dados da Associação Brasileira do Trabalho Temporário, a estimativa é que aconteçam, ainda em 2017, cerca de 317 mil contratações. A duração dos contratos serão entre 60 e 90 dias, com salário médio entre R$1,2 mil e 1,35o mil, mais vale-transporte e vale-refeição. As áreas que mais costumam contratar são comércio, turismo, transporte e logística.

Enquanto algumas empresas, principalmente as de menor porte, anunciam suas vagas no próprio estabelecimento, a grande maioria opta por anúncios na internet. Por isso, se você busca uma vaga temporária, vale pesquisar empresas dos ramos que mais contratam e buscar o Trabalhe Conosco Catho dessas empresas, onde a candidatura é totalmente gratuita. Se você é assinante Catho, pode utilizar o Por Dentro das Empresas para monitorar as empresas que tem interesse em atuar.

Currículo

O currículo para concorrer à uma vaga temporária não difere em nada de um currículo para uma vaga efetiva. O campo Objetivo, como o próprio nome já diz, deve ser sempre objetivo, trazendo apenas o cargo ao qual você tem interesse em se candidatar: Vendedor, Operador de Caixa ou Operador de Empilhadeira, por exemplo. Já no Resumo de Qualificações, você pode incluir, como última frase “Disponibilidade para preencher vaga temporária”.

E realmente tenha essa disponibilidade. Lembre-se que a contratação de funcionários temporários se dá justamente para suprir a demanda do empregador. No comércio, por exemplo, o horário de trabalho é até o último cliente, portanto, esteja disposto e disponível para isso.

E se o que você quer ao final do contrato é ser efetivado, confira as 3 dicas que preparamos para você!

DICA 1 – Não encare o trabalho temporário como um bico ou algo sem relevância. Ele é um trabalho como qualquer outro e você deve se comprometer como se fosse qualquer outro emprego que você deseja.

DICA 2 – Mostre-se alinhado ao propósito da empresa, dessa forma, a empresa verá que você está comprometido e tem o perfil que eles buscam.

DICA 3 – Faça networking. Mesmo que a empresa não tenha vagas ao final do contrato, ter feito contatos fará com que você seja lembrado futuramente.

Prepare-se para a entrevista de emprego se quiser ser contratado

Comportamento agressivo no trabalho e os seus impactos

Aproveite o silêncio do escritório nos feriados