SEO: mercado carente de profissionais

Caio Lauer

A recente democratização da internet no Brasil e seu consequente aumento de usuários fez com que muitas profissões ligadas a esse meio fossem valorizadas. Ler notícias, comprar produtos, conhecer mais sobre serviços, entre outras informações, são itens pesquisados nas chamadas páginas de busca. O Google é o site que domina o cenário do país neste quesito. Dados da consultoria Predicta apontam que 88,9% das buscas realizadas em junho deste ano foram feitas por meio dessa ferramenta.

Neste contexto, surge o SEO, ou Search Engine Optimization. Em terras brasileiras, mais conhecido como otimização de sites, essa manobra faz com que páginas sejam melhor ranqueadas nos resultados das buscas. Os SEOs – como são conhecidos os profissionais atuantes na área – aumentam a relevância dos sites, alterando a estrutura da página, o que garante um trânsito maior de visitantes e melhor posição no que é oferecido na página para quem está navegando. Esse segmento vê um mercado cheio de oportunidades e carente de qualificação.

Na prática, os SEOs atuam com programação e gerenciamento do projeto (site) como um todo. Muitas empresas conseguem distinguir essas duas atividades diferentes, que contempla o dia a dia destes profissionais: conhecer bastante de PHP, DOT.net, HTML e todas as linguagens de programação para poder aplicar no site a efetivação de melhora nos sistemas de busca, e, paralelamente, saber gerenciar, que é entender o conceito de posicionamento e revisar conteúdos (texto). “O profissional de SEO deve estar envolvido em diversos segmentos, desde o design, redação e usabilidade, até a mensuração do ranqueamento nas ferramentas de busca”, explica Domicio Neto, especialista em SEO e Coordenador de SEM (Search Engine Marketing) da DMI Comunicação, agência especializada em Marketing Digital. De acordo com ele, o principal foco do profissional de SEO é a conversão e deve existir sempre o foco em alguma meta ou resultado que mensure a eficácia para o cliente (anunciante).

Para quem se interessa pelo assunto, recomenda-se estudar bastante na própria internet. O que mais existe na rede é informação de todos os tipos. Basta pesquisar pelo tema para ter um primeiro contato com técnicas de SEO. “O mais importante é absorver todos os conhecimentos e colocar na prática. Monte um site ou um blog e faça testes em cima dele. Comece a aplicar o conteúdo absorvido nessas plataformas e acompanhe os resultados de buscas. Participar de fóruns na internet e eventos presenciais com foco em otimização também é importante”, indica Bernhard Schultze, diretor da SEO Marketing, empresa que oferece o serviço.

É muito discutido se o SEO é uma “ciência” exata, e os especialistas e atuantes no ramo afirmam que não. “Tudo é trabalhado com a criatividade, por meio de ideias, e vamos testando ações e espalhando conhecimento. Muitos resultados podem dar certo para o meu negócio, mas para outro profissional, não”, aponta Domicio. Ele alerta que como a maioria das ações é feita por meio de testes e repetições, tem muita gente que fala bobagens na rede. “Deve-se tomar cuidado para não se deixar levar por informações falsas ou dicas de pessoas competentes que tiveram êxito em um caso específico, pois isso não quer dizer que para quem está absorvendo o conteúdo funcionará também”.

Atualmente, a escassez de SEOs e a demanda crescente na área, seguida da importância dada a este profissional, tem estimulado muitos jovens a seguir a nova carreira. Enquanto as pessoas estiverem usando sites de busca como Google para encontrar produtos e serviços, o SEOs serão cada vez mais valorizados. As empresas têm que estar onde os clientes estão, e até surgir uma outra maneira dos usuários procurarem informações na rede, esse atividade terá seu valor. “O mercado de SEO no Brasil é totalmente aberto, com muitos websites disponíveis e necessitando de otimização. Porém, existem pouquíssimas empresas especializadas no ramo”, aponta Domicio. Ele afirma que há um grande espaço para exploração nesse segmento e é um setor em grande ascensão.

Confira Vagas de Emprego de SEO e outras oportunidades de emprego disponíveis na Catho Online.

Pratique a positividade para atrair boas energias neste ano

Quais profissões estarão em alta em 2018?

A Remuneração e a Comunicação