Use a tecnologia a seu favor no processo de recolocação profissional

Atualmente não podemos mais negar que vivemos em um mundo conectado. Fingir que as soluções tecnológicas não existem ou manter a sua indisposição para tirar proveito dessas ferramentas pode ser um enorme tiro no pé! Redes sociais, aplicativos de vídeo-conferência, testes online e diversas outras ferramentas devem ser incorporadas às suas estratégias de recolocação profissional ou o seu desafio para conseguir um novo emprego poderá ser muito maior.

Uma vez, em uma conversa com um profissional que estava desempregado e buscando uma nova oportunidade no mercado de trabalho, perguntei quais passos ele estava executando para conseguir o emprego e a resposta dele me assustou: estava apenas atualizando o currículo e que iria distribuí-lo fisicamente porque não acreditava que “vagas na internet são reais” e que “essa coisa de LinkedIn não funciona”.

Isto não é um caso isolado: muitos profissionais deixam de aproveitar a enorme vitrine que a Internet oferece por construírem visões distorcidas da realidade. Por exemplo, o profissional preenche o seu perfil do LinkedIn sem seguir as melhores práticas e (obviamente) não obtém resultados. Sem parar para questionar se as suas ações foram executadas corretamente, este profissional assume que o problema é a plataforma (sendo que algumas empresas utilizam apenas esta rede social para divulgar, recrutar e selecionar profissionais para as vagas que tem em aberto).

Vamos fazer um pequeno teste para sabermos se você tem usado a tecnologia a seu favor! Você está à procura de um emprego e costuma buscar oportunidades em todos os sites possíveis da Internet? Se sua resposta foi sim, talvez você não utilize tão bem a tecnologia. Com o “Google for Jobs”, basta você procurar pela vaga de interesse que o site se encarrega de te mostrar todas as oportunidades disponíveis, além de te oferecer uma série de filtros para selecionar as mais próximas ou com alguma característica específica.

Se você está em busca de um emprego, verifique os itens abaixo a garanta que eles foram atendidos. Com certeza você terá muito mais chances de conseguir um emprego se:

 

1- Tiver um perfil no LinkedIn bem descrito, com uma foto adequada e com as parametrizações corretas.

Além de preencher a ferramenta é fundamental interagir com as publicações, participar de grupos de discussão e verificar as vagas disponíveis. Para ser visto você precisa sair das sombras!

 

2- Conseguir otimizar o seu tempo na busca por oportunidades.

Pare de perder horas navegando na Internet para encontrar vagas. Utilize o “Google for Jobs” para varrer de uma só vez todos os sites abertos de vagas. Para os sites fechados, você deverá procurar as oportunidades diretamente nessas páginas porque o Google não tem acesso a estas informações.

 

3- Aprender o canal adequado para se candidatar as vagas.

Minimize os esforços para distribuir o seu currículo fisicamente nas empresas e entenda como é o caminho mais adequado para se candidatar às vagas. Algumas empresas vão solicitar o preenchimento de um formulário em seu site, outras vão pedir para enviar o currículo por e-mail e outras vão fazer o recrutamento pelo próprio LinkedIn. Entenda como a empresa funciona e siga este modelo.

 

4- Dominar a utilização de ferramentas de comunicação online.

Tenha uma conta no Skype ativa, saiba fazer chamadas de vídeo e áudio pelo WhatsApp e dedique-se a fazer um vídeo-currículo para o Youtube. Apesar de tudo isso não ser obrigatório na maioria dos processos seletivos, é melhor não ser surpreendido quando o recrutador agendar uma entrevista por Skype ou te pedir um vídeo com um resumo do seu histórico profissional.

 

5- Conhecer mais sobre quem você é.

A famosa pergunta “Quais são seus pontos fortes e pontos a desenvolver?” ainda fica sem resposta em muitas entrevistas de emprego que conduzo. Resolva este problema estudando mais sobre o seu perfil através de testes online gratuitos. Existem inúmeros testes de personalidade na Internet que podem te ajudar com essas respostas.

 

_

Sobre o autor
Allan Lopes é  Coaching Sistêmico, membro da Internacional Coach Federation, Master Practitioner em PNL e especialista em gestão de performance e em processos de mentoring e coaching aplicados ao ambiente corporativo. Sócio da Soar Desenvolvimento Humano e responsável pela área de Consultoria em Recursos Humanos.

Como superar a transição da universidade para o trabalho

Aprenda a gerenciar colaboradores criativos adequadamente

10 habilidades imprescindíveis para qualquer profissional