A importância de pensar com segurança

Colunista: Reginah AraújoExistem pessoas que estão sempre em cima do muro, não decidem e não crescem. Procrastinam e impedem, muitas vezes, que outras pessoas pensem com exatidão, trazendo-as para o mesmo estado de apatia e insignificância. Pensar com exatidão consiste em controlar nossa tagarelice mental, a nossa segunda voz, essa companhia incessante que está conosco todo o tempo, em todos os lugares.

Passar a ter consciência dos pensamentos que ocupam nossa mente e decidir quais são os pensamentos úteis e saudáveis ao nosso objetivo principal bem definido, faz toda a diferença na construção do sucesso. Com isso entendemos que quem não tem um objetivo principal bem definido terá muito mais dificuldade ou impossibilidade em pensar com exatidão.

Devemos excluir os pensamentos oriundos de boatos, palpites, crenças e coisas negativas e dar preferência aos fundamentados, científicos, com base em fatos. Seremos sempre julgados e jamais teremos a aprovação de todos. Estar livre de enganos é entender que agradar à todos será impossível.

As empresas querem líderes e não liderados, pessoas que sabem o que querem e onde querem chegar, que tenham um objetivo principal muito bem definido. Conta a lenda que um homem estava andando em cima do muro, ao seu lado direito Jesus e seus anjinhos o convidaram para descer do muro e vir para o lado dele. “Venha meu filho, aqui você obterá a Paz, o Amor e poderá andar nas nuvens e ouvir harpas”.

Enquanto isso, do outro lado do muro o Diabinho estava apenas observando, sem nenhuma reação. Jesus continuava a chamar o homem enquanto ele andava em cima do muro, e o Diabinho do outro lado estava muito sossegado. O homem, intrigado pela forma como o Diabinho reagia calmamente enquanto Jesus clamava pela sua alma, decidiu perguntar ao Diabinho: “Por que você não está me chamando? Por que enquanto Jesus está me chamando, tentando de todas as maneiras fazer com que eu vá para o seu lado do muro, você fica aí sem fazer nada?”

O Diabinho, com um sorriso cínico no rosto, respondeu: “Você está onde mesmo?”. O homem disse: “Em cima do muro, claro”, enquanto o Diabo retrucou: “Eu não preciso lhe chamar, quando você já se encontra aí.. Já está no inferno, este muro é meu!”

Perguntas poderosas:
1) Você é pessimista?
2) Você se diminui ao se comparar com os outros?
3) Como é o seu diálogo quando você se olha no espelho?
4) Você consegue escolher pensar em apenas um assunto em vez de ficar perdido em diversos ruídos mentais?
5) Você dá mais importância a uma crítica do que ela merece?
6) Já perdeu noites de sono por alguma coisa que lhe fizeram ou disseram?

Pense com exatidão, acredite em você e faça agora!

Planeje-se (de verdade!) para alcançar o sucesso em 2020

4 dicas para se dar bem em processos seletivos em…

Como montar um bom currículo?