A atitude de amar abastece a vida e a carreira

A correria desenfreada no complexo mundo moderno tem contribuído para as pessoas se esquecerem de demonstrar afeto, ou até mesmo de sentir. Isso representa a escassez do amor nas relações.

Somos engolidos pelo cansaço cotidiano, pela eterna falta de tempo para tudo, pelo desgaste nas relações em família, no trabalho, deixando de lado o sabor de amar as pessoas, e até mesmo de nos amar. Com isso a vida trava e fica tudo pesado e estressante. Mike George afirmou que “o stress chega quando o amor vai embora”.

É provável que você já tenha experimentado o sentimento de que o cansaço e os conflitos tomaram conta de sua vida, roubando o lugar do amor.

Isso acontece quando não damos espaço para estarmos de forma leve com as pessoas queridas em função dessa correria desenfreada. Acontece também porque deixamos o nosso limiar de paciência ser pequeno, desistindo fácil das coisas, uma vez que tudo hoje é para ontem. Já não queremos mais investir naquilo que demanda cuidado, paciência, e nos esquecemos de um simples “obrigado”. Uma palavra mágica que proporciona reconhecimento, engajamento e motivação para se fazer mais pelo outro, seja em nossa vida pessoal ou no mundo organizacional.

É bem provável que façamos isso em função de não observamos que é justamente aí que conquistamos a energia e alegria para a vida. É dando espaço para o amor. Ele existe em abundância no mundo, e está sendo desperdiçado. Vamos preservá-lo, cuidar dele e dar espaço para que não se acabe.

Quando investimos no amor por nós, pelos outros, pelo que fazemos, os resultados são sensacionais. É muito bacana saber que essa é uma ferramenta, uma energia, ou recurso, que está ao nosso alcance. Podemos lançar mão dele a todo momento. É uma questão de tomada de consciência, de forma constante.

Comigo já aconteceram situações que me puxaram para dizer não ao amor, como deixar de sentar para almoçar com uma filha porque eu estava concluindo um artigo como esse. Ou na correria para um compromisso deixei de passar na sala de uma colega para um papo de 5 minutos. Pouca diferença faria em termos de tempo, mas alimentaria a minha alma.

Comentei que situações me puxaram, mas na verdade fui eu quem deixei que isso acontecesse. Olhar nessa perspectiva me acorda para saber que toda mudança depende de uma atitude, depende de mim. Isso também vale para você.

Um dia desses ouvi uma frase muito bacana: “amar é uma atitude”. É isso aí. Depende somente de nós a atitude de sentir e de demonstrar o amor por nós e pelas pessoas. Quando fazemos isso as relações fluem melhor e conquistamos os melhores resultados em nossa vida e carreira.

Assim o entusiasmo e a alegria passam a habitar o nosso ser, nos abastecendo para o que quisermos conquistar.

Ame muito e a cada dia mais!

Abraços afetuosos,

 

Planeje-se (de verdade!) para alcançar o sucesso em 2020

4 dicas para se dar bem em processos seletivos em…

Como montar um bom currículo?