Que Caminho Seguir em Tempo de Mudanças?

Colunista: Marcelo Ulisses atualmente fala-se muito em novas tecnologias, as novidades em mecatrônica, a industria 4.0, entre tantas outras novidades. O mundo Evoluiu mais nos últimos 10 anos, que nos últimos 50, isto é um fato. A geração multi-tela domina as novas tecnologias e começa a mostrar a que vieram. Apesar de tudo isto, o mundo dos corporativo ainda sofre com questões da década de 1950, ou até mesmo do inicio do século. Diante deste cenário, vale a pena buscar fundamentos e norteadores de comportamento que realmente vão fazer a diferença. Atrás de um moderno robô na linha de montagem de uma industria atual, há um programa de computador e um homem que imputa as coordenadas ou elabora o software e apesar do desenvolvimento que possibilita processos cada vez mais automatizados, a liderança é feita de pessoas.

As pequenas e médias empresas, ainda empregam milhões de pessoas. Só em 2016 as pequenas empresas admitiram 9 milhões de trabalhadores, enquanto as médias e grandes juntas somaram 5,7 milhões, ou seja, pequenas e médias empresas geram a maioria das vagas. Estas empresas não possuem, em sua maioria, processos hiper automatizados, ou grandes CSCs (Central de Serviços Compartilhados) e quando se fala em gestão de pessoas têm muito a melhorar. Não se engane se você acha que as grandes corporações não sofrem com isto! Durante alguns anos prestei serviços para empresas multinacionais estrangeiras, onde foi possível perceber que cada nova unidade passava – por um tempo menor que nas demais , é claro – pelo mesmo processo de aperfeiçoamento do estilo de gestão de pessoas que as demais.

Processos de seleção pouco assertivos, lideres autocráticos que impressionam pela aparência de gestor de alto nível, mas o interior de menino são comuns no período pós implantação das filiais. Estes problemas são recorrentes nas pequenas e médias empresas, contudo, podemos dividi-las facilmente em 2 novos grupos: as que mantem este estilo e as que superam e se aperfeiçoam.

A Velocidade do Processo de Crescimento é Diretamente Proporcional à Força de seus Alicerces.

Uma corporação que valoriza a simplicidade, que preocupa-se em admitir as melhores pessoas e que foca na satisfação dos seus clientes antes de focar no próprio crescimento, estabelece fortes bases, que são desdobradas em processos bem delimitados, em cultura marcante como uma assinatura e contratos firmados sobre a plena satisfação de seus clientes.

Cabe àqueles que estão gerindo os processos e liderando pessoas, integrar os recém admitidos para a retroalimentação do sistema, pois cada nova camada passa por uma formação corporativa personalizada, que se estende por boa parte de sua carreia transformando-os em multiplicadores de resultados.

A manutenção desta pequena base de um sistema de gestão de pessoas vem a ser o segredo da coisa. O segredo não está no que fazer, mas no como fazer. O segredo não está em que ciência você vai usar para fundamentar seus delimitadores, mas como você irá aplicá-los. A pergunta chave está no “o que vou fazer com isto”. O que Henry Ford fez para construir seu império? Após construir seu primeiro veículo, no porão de sua casa, ele procurou montar uma equipe de engenheiros “quase loucos”. Homens que dedicavam-se integralmente a seus projetos, que chegavam a deixar de se alimentar para alcançar resultados. Ford focou em coisas simples, no benefício à humanidade, no conforto a baixo preço, em fortes alicerces para a sua organização.

Se você deseja ter sucesso em sua carreira ou levar sua empresa a patamares mais altos, não há grandes segredos, ou fórmulas mágicas. Chegar lá depende de fazer o simples muito bem feito. Escolher as melhores pessoas para estar ao seu lado. Seus processos devem ser simples, claros, limpos, constantes, na medida da necessidade do cliente. E se o seu objetivo é fazer sucesso em uma carreira, não há grandes fórmulas ou palestras motivacionais milagrosas. Seja transparente, forte, gentil e concentre todas as ações de sua vida no seu objetivo.

“Mais aprende um sábio com uma pergunta tola, que um tolo com uma resposta sábia”

Pense Nisto!

Como montar um bom currículo?

Você está preparado para atuar no RH do futuro?

Como é a técnica da constelação aplicada a você e…