Você é líder ou simplesmente pratica a liderança?

Colunista: Heloísa CapelasNão existe uma receita pronta para desenvolver a liderança. É você quem pode e deve se apropriar da sua capacidade de liderar partindo da sua própria história, da sua capacidade de inovar com positividade.

O que é liderança para você? É ter determinação, empatia, coragem…? O que mais? Tudo isso tem a ver com a habilidade de liderar, mas ao observar cada vez mais os avanços e os estudos nesta área confirmo que três ferramentas despontam: Autoconhecimento, Inovação e Positividade. E por quê?

Vamos refletir juntos e nos despertar a novos pontos de vista. Para começar, reforço a mensagem de que o gestor mais eficaz corresponde àquele que é Líder, não àquele que insiste em fazer liderança. Sabe a diferença?

O líder longevo é aquele que sabe de si: reconhece sua história, descobriu como aprendeu o significado de liderança e dentro de seu contexto de vida, de suas experiências reais. Veja, isso é diferente de apenas conhecer como “deve ser” um líder; portanto, é uma pessoa que alcançou um nível de visão honesta para enxergar tanto suas habilidades como seus pontos fracos. Justamente por esta vivência tem clareza sobre as competências que necessita aprimorar para que possa, primeiramente, assumir o controle e a responsabilidade por suas próprias decisões e, depois, assumir seu papel à frente de uma equipe com base em relações e escolhas sustentáveis. Isso é Autoconhecimento, a peça-chave para que SEJA líder de si e, depois, do outro.

A Inovação surge como uma consequência natural do Autoconhecimento. Afinal, se souber quem e como você é, se estiver munido de todo o seu bem e de todo o seu mal, saberá compreender quais inovações merecem ser feitas para que alcance a liderança.

É premissa saber mais de você, de modo sincero e honesto, para encontrar os pontos que podem e necessitam de mudança ou aperfeiçoamento, de inovação pura e simples. Por exemplo, você enxerga a liderança como uma causa profissional ou de vida? Que legado está construindo e deixando para as pessoas? O que elas falam de você? Como e o que você quer mudar sobre isso?

Por fim, Positividade significa tirar o melhor do que lhe acontece de bom ou de ruim. Sim, porque não é possível promover mudanças e revoluções se você mesmo está fechado no julgamento, na autocrítica, na frustração, na cobrança, na pressão. Isso vai atrasar o seu caminho. Questione-se sobre o que não deu certo, sobre o que não dá certo. E, uma vez que encontrar a resposta, descubra alternativas. Tente de novo com base no que aprendeu ao errar e ao acertar.

Veja que não existe uma receita pronta para desenvolver a liderança. É você quem pode e deve se apropriar da sua capacidade de liderar partindo da sua própria história, da sua capacidade de inovar com positividade. Descubra como você pode jogar fora velhos padrões para desfrutar de novas e poderosas ideias.

Heloísa Capelas é considerada uma das maiores especialistas do país em Autoconhecimento e Inteligência Comportamental. Há cerca de 30 anos atua com desenvolvimento humano e aplica cursos com a metodologia Hoffman, considerada por Harvard um dos trabalhos mais eficazes de mudança de paradigmas. Conferencista nacional e internacional, é autora do livro “O Mapa da Felicidade” e coautora de mais cinco livros sobre Gestão de Pessoas, Coaching e Inteligência feminina. Diretora do Centro Hoffman, é Coach, Master Practitioner em PNL, Pós-Graduada em RH e Graduada em Assistência Social. Para falar com a especialista, escreva para heloisa@centrohoffman.com.br. Visite também: www.centrohoffman.com.br e www.heloisacapelas.com.br.

Eu lancei um curso sobre felicidade mesmo em meio à…

Aqui estão quatro aspectos inovadores sobre… Inovação!

Planejar seu tempo aumenta a produtividade