Comportamento e consumo são discutidos na CPBR

Alberto Levy no palco MichelangeloAs tendências de consumo e comportamento emergente dos consumidores foi o tema de uma das palestras mais interessantes do período da tarde na Campus Party Brasil 2013. Características da sociedade como generosidade, conectividade e mundo sustentável irão movimentar e mudar a relação entre os consumidores e as marcas.

A apresentação, que aconteceu no palco Michelangelo, ficou por conta de Alberto Levy, artista digital, designer e profissional reconhecido e premiado internacionalmente com projetos exibidos em mais de 10 país. Levy mostrou cases de marcas e empresas com ações de engajamento com os consumidores. Um belo exemplo provém do conceito do Bland Butler, uma tendência das empresas em fornecer  acesso instantâneo a um número crescente de serviços de apoio e ferramentas (tanto offline como  online), aprimorando suas habilidades de servir o cliente, centrando-se em ajudá-los e fazendo mais parte de seu dia a dia.

“Um bom exemplo é a marca de jeans Wrangler, que ofereceu dentro de um festival de música dos Estados Unidos um serviço de lavagem de roupas. Enquanto a vestimenta do público era lavada, eles emprestavam roupas da marca para que andassem pelo festival fazendo propaganda gratuita”, relatou o palestrante.

Catho fala sobre usabilidade

A Campus Party Brasil 2013 trouxe ao palco Michelangelo, Guilhermo Almeida dos Reis, gerente de usabilidade e conteúdo da Catho, juntamente com dois especialistas que  analisaram, em tempo real, os sites sugeridos pelos campuseiros.

Questões como Design de Interfaces, Usabilidade e Arquitetura de Informação, foram analisados com os participantes, aumentando a percepção de navegação dos usuários dos sites escolhidos. Dicas de usabilidade foram analisadas em sites como, Cinemark, Facebook e Banco Itau.

“Uma barra de busca bem empregada facilita a navegação do usuário, ou seja, caso esteja fazendo uma compra, conseguirá encontrar o que procura com maior facilidade. Uma dica para os designers é criar uma barra pequena com efeito de expansão, como exemplo, a barra do iOS”, Guilhermo Reis.

Mais destaques

Vários portais e sites mantém páginas sobre coisas bizarras que acontecem pelo mundo. Pesquisas científicas absurdas,vídeos inusitados, notícias sensacionalistas, entre outros. Mesmo assim, eles são as mais acessadas dos portais. A discussão no palco Gutenberg com o tema “Isso é bizarro!”, com a repórter da Revista Galileu, Luciana Galastri e Carol Castro, repórter do Ciência Maluca, o debate rendeu bons questionamentos sobre o comportamento humano.

Após esta mesa de discussões, no mesmo palco, publicitários contaram ao público como foi a cobertura das eleições nas redes sociais. Nenhum candidato (sério) nas últimas eleições, ficaram de fora da rede, ou seja, tiveram presença firme, com perfis nas maiores mídias sociais, um blog ou, pelo menos, um site com as propostas online.

O debate contou com a participação de Eden Wiedemann, Marcel Leonardi, Jader Rossetto e Caio Tulio Costa, todos responsáveis por campanhas nas redes sociais. Eles mostraram qual foi o foco, o público alvo, o que realmente ocorreu de novo nas eleições da web e o que isso significou.

Um das maiores paixões do brasileiro, o carro, também teve seu espaço na Campus Party. No palco Michelangelo, João Marcos Ramos, designer chefe da área de Design da Ford, explicou como é o processo de produção do design de um carro, apresentando ferramentas e softwares capazes de atingir grandes resultados.

“O designer se esforça para fazer o carro mais bonito e atrativo. Enfrentamos uma série de dificuldade naturais dentro do processo de desenho de um automóvel. Atender o desejo do consumidor, oferecer ergonomia, aerodinâmica, ser viável tecnicamente e atingir os custos exigidos pela empresa são alguns dos desafios”, explicou o engenheiro chefe.

CPBR também é humor

O palco Gutenberg ofereceu uma sequência de boas atrações do campo da comédia. Uma das atrações mais concorridas e vistas da CPBR foi o bate-papo entre PC Siqueira, VJ da MTV, e Rafinha Bastos, comediante famoso por suas polêmicas. O público interagiu bastante com os artistas, falando de assuntos relacionados a redes sociais, blogs, vídeos na Internet e, claro, a vida profissional de cada um deles.

Na sequência, uma standup comedy foi apresentada pelo ator Bruno Motta, um dos mais conhecidos do gênero no Brasil.

Final de semana

A Campus Party só termina no próximo domingo e até lá o evento reserva muitas atrações. Confira a agenda geral e siga nossos canais no Twitter, Facebook e Google +.

Culinária | Gastronomia #ProfissõesCatho

Você está preparado para atuar no RH do futuro?

Agenda: Fórum Cultura + Diversidade Rio 2018