#MáscaraSalva | Máscara Inclusiva para deficientes auditivos

E aí, você já está por dentro do movimento #MáscaraSalva? Essa iniciativa, lançada pelo “Todos pela Saúde” do Itaú, tomou força nas redes sociais nas últimas semanas e tem o objetivo de conscientizar todos sobre a grande importância do uso das máscaras de proteção para reduzir o contágio da COVID-19 e os impactos da pandemia, além de prestar homenagem aos profissionais de saúde que estão na linha de frente de enfrentamento da doença.

No embalo dessa corrente do bem, em que várias marcas colocaram máscaras em seus logotipos, nós da Catho também aderimos ao movimento e, até o final de junho, usaremos uma máscara nos logos das redes sociais. No entanto, o modelo escolhido por aqui é diferente. É inclusivo!

Temos um compromisso com as pessoas com deficiência e sabemos que a inclusão não pode parar, nem mesmo em meio à pandemia! Por isso, nos inspiramos em uma ideia incrível e de genial simplicidade para mostrar que as pessoas que têm deficiência auditiva não devem ser esquecidas neste momento.

A americana Ashley Lawrence, estudante de comunicação entre pessoas surdas da Universidade do Estado de Kentucky, está produzindo máscaras cirúrgicas com visão para a boca, permitindo que falantes de línguas de sinais possam se compreender e se proteger ao mesmo tempo.

Como parte da gramática da ASL (Língua Americana de Sinais, uma espécie de Língua Brasileira de Sinais utilizada nos EUA) conta com expressões faciais, Ashley criou uma máscara com transparência, em que a boca da pessoa pode ser vista, o que também facilita a leitura labial.

Ela vai distribuir gratuitamente as máscaras para diversos estados americanos e para isso fez uma campanha no GoFundMe para comprar material suficiente para a produção.

Compartilhar essa ideia e fortalecer essa causa une-se às iniciativas do movimento #MinhaVagaPorDireito, lançado pela Catho em 2018, que tem como objetivo revindicar os direitos das pessoas com deficiência.

Impactos da pandemia na geração de empregos

5 áreas em alta que estão contratando mesmo na crise

Mulheres que inspiram – Elas na Liderança #EssaCadeiraéMinha