Está esperando o quê? A crise passar?

Colunista: Sílvio CelestinoProvavelmente, a pior atitude que alguém em dificuldades econômicas pode ter é esperar a crise passar para tomar decisões em sua carreira e finanças. O tempo passa, a crise se prolonga, as reservas financeiras terminam e o desespero se instala.

O problema está em a pessoa focar exclusivamente na crise, e não no que precisa ser mudado em sua mentalidade e em seu comportamento.

O foco tem de estar na solução. Se o profissional pretende continuar na mesma área em que trabalha, então, além de manter-se atualizado, deve incrementar exponencialmente seu networking. Não é a quantidade que conta, mas a qualidade dos contatos, quantas pessoas em posições maiores e mais relevantes que a sua o conhecem. Afinal, são diretores que contratam gerentes. E gerentes contratam supervisores. Ter uma grande rede de contatos, mas formada por pangarés, não ajuda sua carreira.

Se o profissional pretende mudar de área, deve dar preferência às novas fronteiras. Elas são formadas por novas tecnologias, combinadas com legislação favorável. A vantagem em dar atenção a essas áreas é estar em pé de igualdade com os demais participantes, já que são setores que nunca existiram antes e, portanto, ninguém tem experiência a respeito: impressão 3D e 4D, marketing digital, aplicativos de colaboração e compartilhamento, entre outros.

Quem não está afetado pela crise pode se dar ao luxo de dizer que ela não existe, mas esse não é o caso de todos. Esta crise será mais profunda e longa, portanto, precisaremos de mais persistência. E, para quem não está afetado por ela, de generosidade para ajudar aqueles que estão. Essa situação pode piorar, se houver um colapso econômico nas economias da China e dos Estados Unidos, o que é bem provável que aconteça.

Entretanto, lembre-se que, no Brasil, a crise começou em 1500 e vem até hoje. Portanto, se você pretende aguardar a crise passar para começar a agir, poderá esperar indefinidamente.

Períodos de expansão e contração econômica são da natureza do país e do mundo. Você deve ter uma estratégia que permita passar por ambos, aprender sempre, adaptar-se e crescer.

Vamos em frente!

Ninguém aguenta reuniões sem fim

10 lições que aprendi com CEOs e empresários de sucesso

O plano de vida precede o de carreira