O Portal Carreira & Sucesso é uma publicação digital da Catho. Aqui você encontra informações relacionadas ao mercado de trabalho, que irão auxiliá-lo em seu desenvolvimento profissional.

24/04/2014 - Empowerment: autonomia e motivação profissional

Autor: Comunicação

EmpowermentAtualmente, é fundamental que os profissionais se sintam parte das empresas onde atuam e participem ativamente do negócio. Vivemos na era do conhecimento, e com a dinâmica global corporativa, onde tudo acontece muito rápido, as decisões também precisam ser tomadas com maior agilidade.

Desta necessidade, surge o conceito do Empowerment, onde a ideia é dar mais autonomia e poder de decisão para os profissionais, mesmo não sendo líderes de equipes.

“O Empowerment é uma forte ferramenta de retenção de talentos, uma vez que motiva os funcionários, pois se sentem parte e protagonistas da empresa e de seus resultados. As pessoas se tornam mais engajadas e comprometidas”, comenta Cassia Resende, coach e diretora da Realize Desenvolvimento Humano e Organizacional.

Disseminação do Empowerment

Para aplicá-lo, a direção geral das empresas precisa disseminar a cultura do emponderamento, fazendo com que cada um de seus líderes absorva essa maneira de trabalhar. Desta forma, as organizações também criam uma filosofia de formação de gestores contínua, já que dão autonomia para que diversos funcionários tomem decisões.

“A aplicação do Empowerment pode ocasionar uma mudança cultural na organização, mas, para tal, é preciso meios e técnicas para conseguir colocá-lo em prática. Essa modalidade de gestão pode ser difundida de forma ampla para toda a empresa, ou apenas para determinadas demandas e equipes”, aponta Thiago Cury, trainer da Crescimentum Consultoria, psicólogo e especialista em Behaviorismo, comportamento e desenvolvimento humano.

Profissionais que lidam diretamente com clientes, por exemplo, precisam de agilidade no atendimento e nas tomadas de decisão. Já pessoas com perfis mais técnicos, que muitas vezes não possuem gestores, também precisam de liberdade para agir e tomar decisões importantes.

Um impedimento da aplicação do Empowerment é, ainda, o receio de alguns gestores darem autonomia para seus subordinados. Com medo de perderem seus cargos, esses profissionais acabam limitando a autonomia que poderiam dar às suas equipes.  No entanto, em empresas maduras, o que acontece é totalmente o oposto, pois se um subordinado trouxer boas ideias, inovar e ser competente, o gestor também será reconhecido por isso.

“Compartilhar conhecimento é reinar. Esconder informação não é sinônimo de poder”, completa  Cassia Resende.

Leia mais sobre:

  |    |    |    |    |    |    |    |