Pessoas com deficiência e a busca por emprego pela internet

Saiba quais os cuidados necessários para encontrar vagas de qualidade; confira dicas sobre como agir quando receber informações por meio das redes sociais ou por aplicativos de mensagens; selecione fontes confiáveis e evite perfis falsos

 

A internet é uma poderosa aliada do profissional com deficiência na busca por colocação no mercado de trabalho. Existem, no entanto, muitas armadilhas a serem evitadas para manter o foco nas boas ofertas.

Uma providência fundamental, antes de começar a inscrição em qualquer site que se apresente como especializado na inclusão de pessoas com deficiência no trabalho, é pesquisar sobre a página.

E, principalmente, tenha muito cuidado com as mensagens que recebe diretamente em seu smartphone por meio de aplicativos. Nesse contato direto, você precisa confirmar a fonte da informação antes de clicar em qualquer link, porque pode ser golpe, vírus ou apenas uma fake news.

Quem está cadastrado no sistema da Catho, por exemplo, recebe informações sobre vagas por e-mail. E a mensagem será específica para você, terá seu nome e seu endereço eletrônico em destaque. Sendo assim, se você receber mensagens que não seguem o padrão da Catho, tenha muito cuidado.

ORIENTAÇÕES DE ESPECIALISTAS

“A internet é uma importante ferramenta que auxilia o profissional a se candidatar a mais oportunidades em menos tempo e também a conhecer as empresas. Principalmente os sites de divulgação de vagas”, afirma a consultora de carreira da Catho, Elen Souza. “O profissional também pode utilizar aplicativos de celulares para acompanhar mais de perto e responder mais rapidamente os selecionadores. Além de reduzir custos com deslocamentos”, diz a especialista.

A consultora orienta seus clientes com ações básicas para melhorar o processo de busca por trabalho e tem uma lista de elementos que precisam estar no currículo, além de estratégias para escolher e melhor vaga e como fazer essa procura com inteligência.

Seu currículo precisa ter os dados pessoais e o código da CID (Classificação Internacional de Doenças). É fundamental destacar seu objetivo, com área ou cargo no qual pretende atuar. Faça um resumo de suas qualificações, descrevendo as principais atividades. Coloque sua formação acadêmica, experiência profissional, quais idiomas domina, se já apresentou cursos ou palestras e seus conhecimentos sobre tecnologia.

É fundamental acrescentar, se houver, informações sobre sua necessidade de adaptações, recursos de acessibilidade física, sensorial ou de emprego apoiado, ou equipamentos específicos para executar suas atividades.

INTELIGÊNCIA E CUIDADO

Antes de se candidatar para qualquer vaga, verifique se você está qualificado para a atividade, considerando sua experiência profissional, formação acadêmica ou cursos.

“Avalie suas necessidades e o que busca em um trabalho. Saiba se a carga horária é flexível, localização, se o é salário competitivo e pergunte se há benefícios”, comenta Elen Souza.

A consultora lembra que profissionais com deficiência precisam saber se o ambiente de trabalho é realmente inclusivo. “Busque vagas que poderão contribuir para sua qualidade de vida, crescimento pessoal e profissional, respeitando seus limites e explorando suas potencialidades”, diz.

Outro ponto importante é fazer uma pesquisa sobre as empresas que gostaria de atuar. “Reserve um horário, todos os dias, para essa procura. Mesmo que sua qualificação esteja abaixo do exigido o seu nível de inglês ainda não esteja como pedido, vale mandar o currículo”, recomenda a consultora da Catho. “O recomendável é que você tenha, no mínimo, 70% do perfil da vaga”, ressalta. “Fique atento para vagas que não são direcionadas a pessoas com deficiência, mas que aceitam esse tipo de profissional”, lembra.

O QUE MAIS VOCÊ PODE FAZER?

Mantenha seu currículo sempre atualizado para não se apresentar com informações antigas, inclusive no cadastro de sites especializados. Esse erro pode diminuir suas chances de ser chamado.

Você não precisa mandar seu currículo para todas as vagas que surgem. Quem se candidata a qualquer posição tem poucas chances de ser escolhido porque o recrutador precisa avaliar o perfil dos candidatos.

Saiba sempre qual é o seu principal talento, aceite suas limitações, seus pontos fortes e aqueles que ainda precisam de evolução. O autoconhecimento é uma força.

Sempre tenha disposição para estudar e aprender, mesmo nos momentos de transição. Busque cursos gratuitos.

Para finalizar, fortaleça sua rede de pessoas positivas, seu ‘networking’. Uma boa indicação sempre pode ajudar. Essa teia de apoio é construída com a troca de conhecimentos e a presença constante. Por isso, não espere para ser indicado. Nosso verdadeiro amigos recomendam nosso trabalho e podem nos alertar sobre oportunidades na empresa onde vocês já estão trabalhando.


Você sabia que a Catho é gratuita para pessoas com deficiência e reabilitadas pelo INSS?

Todos os profissionais abrangidos pela Lei de Cotas assinam a Catho sem pagar nada. Para garantir seu acesso grátis, você só precisa:

  • preencher o formulário de cadastro no site: catho.com.br/pcd
  • se identificar como um profissional com deficiência
  • anexar o laudo que caracteriza a deficiência ou o certificado de reabilitação no INSS Após validação da nossa equipe, o seu acesso fica disponível para as mais de 4 mil vagas anunciadas diariamente no site.

 

Use e espalhe esse benefício para seus amigos, ajude a promover a inclusão.             Inscreva-se agora!


*O jornalista Luiz Alexandre Souza Ventura tem 47 anos e comanda, desde 2012, o blog Vencer Limites (www.VencerLimites.com.br), espaço de notícias especializado no universo da pessoa com deficiência, integrado ao portal Estadão (www.estadao.com,br). Em mais de 22 anos de carreira, atuou nas principais redações da grande imprensa brasileira, entre as quais estão Grupo Estado, rádios CBN e Globo, Editora Abril e o jornal A Tribuna (Santos/SP). Apresenta palestras e escreve sobre acessibilidade e inclusão para veículos de comunicação, empresas e instituições públicas e privadas de todos os segmentos.

10 habilidades imprescindíveis para qualquer profissional

3 formas de potencializar sua carreira com o dinheiro do…

A competência que não pode faltar em um líder