MEDICINA

Entenda tudo sobre o curso de Medicina, áreas de atuação, grade curricular, salários e bolsas de estudo para as melhores faculdades de Medicina.

 

Medicina

Quem estuda Medicina tem como foco a saúde humana e para isso é preciso estar sempre informado e atualizado sobre o que diz respeito aos novos medicamentos, técnicas e tecnologias.

Além de prevenir e tratar doenças, o médico pode fazer diagnósticos, pedir exames, receitar medicamentos e realizar cirurgias. Tudo isso atuando em clínicas, postos de saúde, hospitais ou empresas.

Como é o curso de Medicina

O curso de Medicina é de período integral e nos primeiros anos o aluno estuda anatomia, patologia, bioquímica e fisiologia. Há ainda disciplinas como fisiopatia dos sinais e sintomas das doenças.

As disciplinas práticas começam a partir do terceiro ano e nos últimos anos do curso os alunos precisam fazer o internato, que é como se fosse um estágio do qual o aluno tem aulas práticas nas áreas médicas como clínica médica e cirúrgica, pediatria, ginecologia e obstetrícia e atenção primária à saúde.

Os alunos que querem obter uma especialização precisam fazer dois anos de residência médica.

A faculdade de Medicina tem duração de 6 anos e o estágio é obrigatório.

Grade curricular de Medicina

Conheça a diretriz curricular do MEC para o curso de Medicina:

  • Conhecimento das bases moleculares e celulares dos processos normais e alterados
  • Estrutura e função dos tecidos, órgãos, sistemas e aparelhos
  • Psicologia
  • Comportamento
  • Sociologia e Cultura
  • Ecologia
  • Ética e legislação
  • Abordagem do processo saúde-doença do indivíduo e da população
  • Compreensão e domínio da capacidade de realizar história clínica, exame físico, conhecimento fisiopatológico dos sinais e sintomas
  • Capacidade reflexiva e compreensão ética, psicológica e humanística da relação médico-paciente
  • Diagnóstico, prognóstico e conduta terapêutica nas doenças que acometem o ser humano
  • Promoção da saúde e compreensão dos processos fisiológicos dos seres humanos
  • Estágio Curricular
  • Iniciação Científica
92% dos profissionais nessa área são graduados em Medicina 48% têm curso de pós-graduação 34% têm inglês avançado
*Fonte: Guia de Carreira Catho abril/2019 - cargo de médico Plantonista

O que faz um profissional de Medicina

O Brasil possui aproximadamente 440 mil médicos, uma relação de dois médicos para cada mil habitantes. De acordo com a OMS - Organização Mundial da Saúde, o ideal é ter um médico para cada mil habitantes. E apesar disso, o mercado de trabalho está longe de ficar saturado!

Entre as áreas das quais há uma carência de médicos estão, pediatria e ginecologia/obstetrícia, bem como especialistas em anestesia, neurologia e cirurgias de alta complexidade.

Além de clínicas e consultórios, os médicos podem optar por atuar na administração de hospitais e na gestão de pessoas, lembrando que para isso é preciso fazer uma pós-graduação em Gestão Hospitalar, por exemplo.

Entre as áreas que estão ganhando destaque no mercado temos a medicina esportiva e a genética médica./

Onde o profissional de Medicina pode trabalhar

O profissional de Medicina pode atuar em diversas áreas e participar de atividades como:

Acupuntura: fazendo aplicação de agulhas em pontos estratégicos.

Alergia e imunologia: atuando com mecanismos de defesa do organismo.

Anestesiologia: aplicando anestésicos.

Angiologia e cirurgia vascular: cuidando a artérias e veias.

Cancerologista: cuidando de pacientes e fazendo pesquisa sobre o câncer.

Cardiologista: cuidando da saúde do coração.

Clínica Médica: atuando com o cuidado do organismo em geral.

Coloproctologia: cuidando do aparelho digestivo final.

Dermatologia: cuidando da pele.

Endocrinologia e metabolia: cuidando dos problemas hormonais e do metabolismo.

Gastroenterologia: cuidando do sistema digestivo.

Genética médica: cuidando de doenças genéticas.

Geriatria e gerontologia: cuidado de pacientes idosos e de doenças relacionadas ao envelhecimento.

Ginecologia e obstetrícia: cuidando do aparelho reprodutor feminino, de gravidez e parto.

Hematologia e hemoterapia: fazendo análise de sangue, do seu uso terapêutico e de seus componentes.

Homeopatia: atuando em clínica geral e utilizando medicamentos com substâncias naturais.

Infectologia: cuidando de doenças infecciosas.

Mastologia: cuidando das glândulas mamárias.

Medicina da dor: atuando no tratamento da dor crônica.

Medicina esportiva: prevenindo e tratando problemas originados de atividades físicas e orientando equipes esportivas.

Medicina legal e perícia médica: realizando autópsias, exames de DNA e corpo de delito, além de dar suporte à investigação de crimes.

Medicina paliativa: oferecendo cuidados no alívio da dor para pacientes terminais.

Medicina sanitária: desenvolvendo e aplicando programas de saúde pública.

Medicina do sono: tratando os problemas relacionados ao sono.

Medicina do trabalho: prevenindo e tratando doenças causadas no ambiente de trabalho.

Nefrologia: cuidando de problemas relacionados aos rins.

Neurologia e neurofisiologia: cuidando de problemas do sistema nervoso.

Nutrologia: cuidando da nutrição.

Oftalmologia: cuidando da saúde dos olhos.

Ortopedia e traumatologia: cuidando dos ossos e músculos.

Otorrinolaringologia: cuidando da boca, garganta, nariz e ouvido.

Patologia e patologia clínica: analisando exames laboratoriais.

Pediatria: cuidando de crianças.

Pneumologia: cuidando dos pulmões.

Psiquiatria: cuidando de doenças mentais.

Radiologia: fazendo exames radiológicos.

Radioterapia: fazendo tratamentos por radiação.

Reumatologia: cuidando de articulações e cartilagem.

Urologia: cuidando das vias urinárias.

Quanto ganha um profissional de Medicina

Média salarial -Médico Clínico Geral* Média - R$ 6.617,38 *Guia de Carreira da Catho - abril/2019

Principais habilidades

  • Comunicação
  • Perfil de liderança
  • Atenção à saúde
  • Gostar de pessoas
  • Gostar de pesquisar
  • Gestão administrativa
  • Ser uma pessoa curiosa

O que é a Anasem

Em 2014, os estudantes de medicina precisam ser avaliados por meio da Anasem - Avaliação Nacional Seriada dos Estudantes de Medicina. Essa avaliação é realizada a cada dois anos - sempre no segundo, quarto e sexto ano.

A primeira prova foi em 2016 e aproximadamente 91% dos estudantes tiveram o nível de proficiência adequado.

Este exame é obrigatório para conseguir o diploma de bacharelado e o resultado dele faz parte do processo de classificação para os exames de residência.

Veja mais sobre carreiras

Opinião de quem se formou nessa área

Opinião de 252 alunos que já se formaram em cursos dessa área

É fácil conseguir emprego
97%
Consigo boas ofertas de emprego
97%
Ajudou a realizar meus sonhos
97%

Veja as melhores faculdades de Medicina

Você tem perfil para
Medicina?
Faça o teste vocacional grátis e descubraTESTE VOCACIONAL GRÁTIS

Matérias sobre Medicina

Como está o mercado para quem quer atuar na área de saúde?
Como está o mercado para quem quer atuar na área de saúde?

Dentre tantas esferas de atuação no mercado de trabalho, a saúde é uma das mais conhecidas pelas suas variadas opções de especializações disponíveis.

Onde atuar na área de saúde?
Onde atuar na área de saúde?

O mercado de trabalho tem passado por mudanças em várias áreas. Tudo isso é impulsionado por nossa sociedade, que é cíclica e está em constante movimento.

Principais carreiras na área de saúde
Principais carreiras na área de saúde

Sabemos que o mercado tem um espaço bem amplo para profissionais na área da saúde.

Áreas relacionadas com Medicina

Áreas mais procuradas
Navegue por outras áreas e entenda cada uma delas
CERTIFICADO SSL100% SEGURO

© 2019 Catho Educação

Catho Online Ltda. Alameda Juari, 262

Barueri, SP - 06460-090

CNPJ 03.753.088/0001-00