Enem 2018

Entenda como funciona o ENEM 2018 e prepare-se para este grande momento da sua vida

 

O que é o ENEM?

Criado pelo Ministério da Educação (MEC) em 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio - Enem tem como objetivo avaliar o desempenho do estudante ao final da escolaridade básica.

O Enem 2018, teve pouco mais de 5 milhões de inscritos (5.513.662) e é utilizado para acompanhar a qualidade do ensino no País e orientar a elaboração de políticas públicas na educação.

Em 2009, o exame passou também a selecionar estudantes para os cursos superiores de faculdades e universidades federais por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Para os estudantes, o Enem é uma ferramenta utilizada como critério de seleção para bolsas parciais ou integrais, como o Prouni; e para a obtenção de financiamento de graduação, como o Fies.

Como funciona a prova?

O Enem é disponibilizado todo os anos para alunos de escolas públicas e privadas, nos 27 estados brasileiros.

Composta por 180 questões e uma redação, a prova testa os conhecimentos e habilidades dos alunos e tem como diferencial a transdisciplinaridade nas questões, ou seja, é uma prova que avalia o estudante pelo raciocínio, interpretação de texto e conhecimento de todo o conteúdo aprendido no ensino médio.

As questões de múltipla escolha são realizadas em dois dias - dois domingos seguidos - e são divididas em áreas de conhecimentos. Já a redação é um texto em prosa, dissertativo-argumentativo e deve seguir a norma padrão da Língua Portuguesa.

Provas:

4 provas objetivas, com 45 questões cada.

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias;

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias;

  • Matemática e suas Tecnologias.

Redação:

  • Texto dissertativo-argumentativo a partir de uma situação-problema (política, social ou cultural);

  • 30 linhas no máximo.

Muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre a prova.

Veja o vídeo sobre alguns mitos e verdades:

Quem pode participar do ENEM?

Qualquer pessoa pode prestar o Enem, mas é importante lembrar que o exame tem como intuito avaliar os estudantes que estão para terminar ou já terminaram o Ensino Médio.

Vale lembrar que para se inscrever no Enem é preciso estar matriculado no Ensino Médio ou já o ter terminado.

Se você ainda está no 1º ou 2º ano do Ensino Médio também pode se inscrever, mas neste caso deve ser como “treineiro” e não pode usar a nota para entrar na faculdade ou se candidatar a algum programa de auxílio do governo.

Mudanças no ENEM 2018

Em 2018 o Enem teve algumas mudanças:

  • Ampliação de 30 minutos na duração das provas do segundo dia

  • Mais documentos serão aceitos na identificação

  • Os critérios de eliminação foram atualizados e ampliados

  • A redação que desrespeitar os Direitos Humanos perderá 200 pontos

Como se inscrever no Enem?

Como se inscrever no Enem?

Para participar do Enem é preciso preencher o formulário de inscrição com os dados pessoais, educacionais e socioeconômicos no site do Inep. As inscrições do enem são abertas uma vez ao ano, sempre no primeiro semestre (geralmente em maio).

Como estudar para a prova?

Como estudar para a prova?

A preparação para o Enem pode assustar muitas pessoas, mas se você tiver organização e muita disciplina vai ver que não é tão complicado assim estudar para a prova. Veja mais em: como estudar para a prova.

Resultados e Gabaritos do ENEM

Resultados e Gabaritos do ENEM

Uma das dicas para estudar para o Enem é fazer as provas anteriores, já que elas podem te ajudar a se acostumar com o jeito da prova, ver como as questões são abordadas e quais os assuntos mais caem. Veja mais em resultados e gabaritos.

Participante ENEM

Participante ENEM

Na Página do Participante você fica informado sobre tudo o que acontece no Enem. É nela que você encontra o seu número de inscrição, o local e a sala onde você fará as provas, bem como a sua escolha de língua estrangeira.

Como conseguir uma bolsa de estudos?

Para os estudantes, o Enem é uma ferramenta utilizada como critério de seleção para bolsas parciais ou integrais, como o Prouni; para a obtenção de financiamento de graduação, como o Fies; e para selecionar estudantes para os cursos superiores de faculdades e universidades federais por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Se a sua nota no ENEM não foi o que você estava esperando, não se preocupe! Você pode conseguir uma bolsa de estudo pela Catho Educação.

Taxa de Inscrição e isenção do ENEM

Para o Enem 2018 a taxa de inscrição foi de R$ 82,00.

Desde o Enem 2018, a solicitação de isenção da taxa de inscrição é feita antes da inscrição em si. Para isso, o participante precisa estar dentro de um dos critérios para o não pagamento da taxa. São eles:

  • participante que vai concluir o Ensino Médio em escola pública em 2018

  • participante que obteve certificação na área de conhecimento da qual se inscreveu no Encceja 2017 - modalidade Ensino Médio

  • participante que cursou o Ensino Médio completo em escola pública e com renda familiar mensal igual ou menor que um salário mínimo e meio

  • participante que cursou o Ensino Médio completo com bolsa integral em escola particular e com renda familiar mensal igual ou menor que um salário mínimo e meio

  • participantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e com renda familiar mensal de até meio salário mínimo

  • participantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e com renda familiar mensal total de até três salários mínimos

O que fazer com a nota do ENEM?

Ao fazer o Enem, você pode utilizar a nota para vários programas educacionais do governo, como Sisu, Prouni e Fies, além de não precisar fazer vestibular para entrar em algumas faculdades particulares.

Confira o que é possível fazer com a nota do Enem:

Nota de corte

Como você viu no infográfico, é possível tentar uma vaga na faculdade por meio de diversos processos.

Sabemos que a nota de corte para cada um dos programas só é liberado depois que termina pelo menos uma das duas edições dos processo seletivos, ou seja, depois que os vestibulares tradicionais são realizados.

Porém, de um ano para o outro, as notas de corte têm ficado muito próximas e com variações mínimas.

Confira algumas delas:

Enem/Sisu

  • Administração – entre 550 e 700 pontos

  • Arquitetura e Urbanismo – entre 650 a 750 pontos

  • Ciências Biológicas – entre 600 e 700 pontos

  • Ciências Contábeis – entre 600 e 700 pontos

  • Direito – entre 650 e 800 pontos

Enem/Prouni

  • Administração – entre 480 e 700 pontos

  • Agronomia – entre 550 e 650 pontos

  • Arquitetura – entre 550 e 720 pontos

  • Ciências Contábeis – entre 460 e 750 pontos

  • Comunicação Social – entre 500 e 680 pontos

Enem/Fies

  • Administração – entre 450 e 680 pontos

  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas – entre 450 e 630 pontos

  • Arquitetura e Urbanismo – entre 600 e 700 pontos

  • Ciências Biológicas – entre 450 e 600 pontos

  • Ciências Econômicas – entre 500 e 650 pontos

CERTIFICADO SSL100% SEGURO
Formas de pagamento:

© 2018 Catho Educação

Catho Online Ltda. Alameda Juari, 262

Barueri, SP - 06460-090

CNPJ 03.753.088/0001-00