fbpx

Advocacia e gestão: como desenvolver seu escritório

Muitos alunos depositam na Faculdade de Direito todas as expectativas para o início de uma vida de grande reconhecimento profissional e abundância financeira. Alguns entendem equivocadamente que a mera aquisição do título de graduado é suficiente para a construção de uma carreira jurídica. Outros incluem neste processo mais uma etapa: a aprovação no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil.

No entanto, poucos percebem que a inserção no mercado de trabalho depende da capacidade de empreender. A faculdade de Direito e a aprovação no Exame de Ordem são pressupostos para o exercício da advocacia, mas para a vencer no tão concorrido mercado da advocacia é fundamental planejar, ser estratégico, ter amplo conhecimento a respeito da área, ter foco e ser capaz de se reinventar de tempos em tempos.

O profissional da área jurídica nos dias de hoje deve se apresentar como um homem de negócio, com área de atuação bem definida, tipo de clientela previamente estabelecido e ações adequadas de marketing de conteúdo.

A construção de uma carteira de clientes depende necessariamente do plano estratégico estabelecido para o negócio. O que se percebe, contudo, é que o profissional do Direito se preocupa em executar antes de planejar, colocar em prática antes de se organizar profissionalmente, acarretando frustração e abandono da carreira.

Assim, o primeiro passo rumo ao sucesso está na elaboração de um eficiente plano de negócio, determinando todas as estratégias de atuação considerando as fraquezas e virtudes do advogado, para, desta forma, atingir o nível de profissionalização adequado e a conseqüente conquista do mercado do Direito.

Sobre o autor:
Carlos Barbosa é coach especializado em gestão do conhecimento e programa de alta performance profissional, advogado e professor acadêmico mestre em gestão pública.

Direitos do estagiário e do jovem aprendiz

A raiz da liderança moderna