fbpx

Como evitar rotatividade de profissionais em 5 passos

Como evitar rotatividade de profissionais em 5 passos

Em um mercado altamente competitivo, muitos fatores contribuem para viabilizar ou dificultar a jornada do empreendedor na busca de resultados e nas tentativas de estabelecer sua pequena empresa. Nas PMEs os times são mais enxutos e, por isso, cruciais para a sobrevivência do negócio. Se você é gestor e tem dificuldade em manter seus funcionários por muito tempo, sabe bem o quanto isso prejudica a produtividade e até mesmo a lucratividade da empresa. 

O entra e sai de colaboradores tem impacto nos resultados, na produtividade e na satisfação e retenção da equipe. Além disso, esse processo gera gastos como rescisão profissional, despesas com a contratação do novo funcionário, e, claro, tempo e energia para treinamento do novo integrante do time. 

Então, saiba que: 

evitar a rotatividade de funcionários é mais estratégico e barato

Quer saber como diminuir o turnover – rotatividade dos profissionais da empresa –  e aumentar a retenção de talentos? Confira as 5  dicas que preparamos para você! 

#1 Busque entender por que seus funcionários estão saindo da empresa 

Por diferentes motivos, como a inadequação de perfil do profissional ou cortes de despesas com pessoal, muitas vezes, as empresas precisam demitir. 

Mas também temos casos em que o profissional pede desligamento. Nesse tipo de situação, é importante procurar saber as razões que levaram a pessoa a buscar outro emprego

Uma dica é fazer uma entrevista de desligamento: nela você terá a chance de entender porque o ex-funcionário decidiu migrar para outra vaga e também começar a identificar padrões que podem servir de alerta para que algumas ações sejam tomadas. Se todos que saem alegam que fizeram isso para buscar um salário melhor, por exemplo, talvez seja o momento de pensar em medidas para tentar melhorar o plano de carreira ou o pacote de benefícios da empresa. 

#2 Defina políticas de remuneração adequadas

Sabemos que empreender significa ter muitos desafios. Consequentemente, nem sempre é viável para o pequeno empresário oferecer ao funcionário os melhores salários do mercado, não porque ele não quer, mas porque não tem condições para isso. Mesmo assim, refletir sobre o assunto é uma boa prática se você quer reter seus talentos

O que o mercado pratica em termos de salários e benefícios para o segmento de atuação da sua empresa? Há algum ajuste, mesmo que pequeno, que possa ser feito para aproximar o salário do seu time do que outras empresas oferecem, em média? Ter essas respostas é muito importante! Afinal, a remuneração faz parte do conjunto de fatores decisivos para atração e retenção de profissionais. 

Lembrando que salários justos e compatíveis com o mercado também se refletem em profissionais mais motivados e motivação muitas vezes é sinônimo de entrega e produtividade. Por isso, investir nessa revisão dos salários pode ser uma medida bem positiva para a empresa. 

Vale a pena priorizar a construção de um plano de cargos, salários e benefícios que seja, de fato, interessante para os profissionais. Pense também em maneiras de premiar colaboradores e times, de acordo com o desempenho deles.

#3 Invista em treinamentos para sua equipe

A oferta de treinamentos periódicos tem o poder de motivar e engajar o time. Isso porque à medida que os profissionais aprendem novas técnicas, ele se sentem mais confiantes e preparados para encarar desafios e até mesmo desempenhar outras funções e realizar  entregas mais complexas. 

E aqui não estamos falando necessariamente de levar todos do time para uma super convenção, hoje em dia, há muito conteúdo disponível online e gratuitamente, seus funcionários podem buscar essa capacitação por meio de webinars e cursos online oferecidos por empresas bem conceituadas. 

O efeito imediato desse tipo de ação é que o seu time se sente valorizado: porque, afinal, você está investindo nele. Vale a pena apostar em cursos, palestras, workshops e treinamentos: eles são excelentes ferramentas de aprimoramento profissional. Assim, os colaboradores ampliam o repertório de conhecimentos, habilidades e competências e, claro, passam a aplicá-los no seu dia a dia, se sentindo mais conectados com a função que desempenham. 

Melhore o clima de trabalho

#4 Melhore o clima de trabalho

Uma boa pesquisa de clima organizacional pode ajudá-lo a evitar a rotatividade de funcionários. Isso porque essa ferramenta revela as causas da insatisfação dos colaboradores sobre vários itens:

  • Ambiente de trabalho;
  • Acesso aos recursos necessários para as entregas;
  • Integração das equipes;
  • Postura do líder;
  • Remuneração;
  • Desenvolvimento profissional;
  • Reconhecimento e valorização.

Planeje pesquisas periódicas de clima organizacional e use os resultados para avaliar e melhorar as práticas de gestão adotadas. 

Contudo, muito além disso, outras iniciativas também podem fazer da empresa um lugar melhor para se trabalhar. Veja algumas práticas simples de adotar:

  • Comemorações de datas especiais: dia das mães, dias dos pais e dia do trabalho são algumas das datas que requerem uma comemoração ou, pelo menos, a entrega de um brinde para os funcionários;
  • Flexibilidade de horário: defina uma grade de horários flexíveis, permitindo que os colaboradores possam realizar sua jornada de trabalho em períodos alternativos quando necessário;
  • Home-office: dê aos profissionais a possibilidade de fazer tarefas em regime home-office. Essa tendência está sendo utilizada em diversas empresas e se bem aproveitada pode trazer muitos ganhos em produtividade. 
  • Celebração de metas batidas: depois de tanto esforço, os colaboradores merecem reconhecimento, não é verdade? Comemorações, como: almoço, happy hour e até passeios curtos são bem vistos pelos colaboradores. 
  • Espaço de interação: crie um ambiente para o momento de descanso e/ou lazer dos profissionais. Assim, eles podem descansar ou ter momentos de descontração rotina, no horário de almoço ou durante o café.

Certamente, dessa maneira, você irá reter mais talentos.

#5 Use a tecnologia para contratar sem erros

Uma das principais causas de desligamento é a incompatibilidade do perfil do profissional com os valores e o propósito da organização. Quando esse desencontro acontece, é muito difícil que o funcionário se sinta bem para desempenhar um bom trabalho na empresa.

Sabendo disso, usar ferramentas que otimizem o processo de recrutamento e seleção é uma ótima alternativa. Soluções como o Recrutamento Perfeito, por exemplo, permitem que você seja preciso na busca do profissional com perfil ideal para vaga. 

Com filtros que direcionam quem está contratando para os currículos de candidatos com maior aderência à vaga, a plataforma dá mais agilidade, rapidez e o melhor: assertividade na seleção. Ou seja, a chance de contratar o profissional ideal para o cargo aumenta muito.

Essa é uma das maneiras de evitar rotatividade de funcionários. Afinal, a relação entre empresa e colaborador já começa bem alinhada, com valores e propósito compatíveis.

Quer saber como o Recrutamento Perfeito pode ajudá-lo na prática? Acesse o link e conheça as funcionalidades da plataforma online da Catho Empresas. 

Seleção de currículos: como fazer uma análise perfeita

Mitos e Verdades sobre o Recrutamento na Era Digital

Veja dicas para gerenciar currículos de forma eficiente