fbpx

Dá para crescer na crise? Veja 5 startups que estão conseguindo

Que crise que nada! Mesmo com as terríveis previsões, tem empreendedor que não deixa o conturbado momento econômico do país afetar seu negócio e aposta em novos investimentos para aproveitar as oportunidades, seja aprimorando um serviço ou produto já existente, ou criando algo totalmente novo.

Uma ideia na cabeça e força de vontade de fazer acontecer. Quem se aventura e inicia o próprio negócio sabe que terá muito trabalho pela frente e também algumas dificuldades até que a empresa se estabilize e comece a crescer. Mesmo assim, há quem planeje e tome atitudes que vão na contramão do que todos esperam neste período de retração: apostar em diferenciais e encarar a crise de frente, fazendo o negócio prosperar como nunca!

Veja a seguir cinco startups que estão crescendo e faturando cada vez mais, propondo soluções capazes de tornar a vida das pessoas melhor e fazendo da crise uma grande aliada.


aLavadeira.com

Com serviço inovador de lavanderia por assinatura on-line, a empresa espera crescer 20 vezes: vai abrir um novo centro de cuidado têxtil na Grande São Paulo, gerar 400 empregos diretos e atender até 30 mil famílias.

Concebido pelos sócios Humberto de Andrade Soares e Gilson Gonçalves para resgatar a cultura da antiga lavadeira, que deixava as roupas limpas e perfumadas, o serviço de assinatura on-line aLavadeira.com foi criado há 2 anos. Recentemente, ela recebeu um investimento de R$ 6,4 milhões trazido pela chegada de novos parceiros, o que ajudará no aperfeiçoamento do atendimento e na otimização da operação, expandido a capacidade produtiva.

Edumais

Criado por Dirceu Minetto com o objetivo de aproximar professores e alunos, a Edumais é uma rede social voltada para a educação em que os professores disponibilizam conteúdo pago ou gratuito como videoaulas, resumos, simulados e até eventos ao vivo.

“É um projeto totalmente diferente do que existe hoje no mercado e busca revolucionar a forma de ensinar e aprender”, afirma Dirceu Minetto, idealizador do modelo de negócio. “O mercado de educação on-line cresce ano a ano e não dá mostras de arrefecer. Com a crise econômica, a Edumais torna-se uma opção de renda extra aos professores e de oferta de cursos com valores mais acessíveis aos alunos”, salienta.

Honeydreams

A plataforma desenvolvida por Marcus Rossi e os sócios Bruno Coletto, André Garcia, Bruno Monte e Maurício Perucci, disponibiliza on-line roteiros e programações completas para tornar a viagem a dois um momento único e memorável.

“Criamos uma ferramenta única e um modelo de negócios inovador, não apenas para o consumidor final, mas também para o fornecedor. Tudo porque não acreditamos no turismo dos algoritmos resultantes de buscas em bases de dados, mas sim, naquele feito por pessoas que o vivenciam, para assim criar a experiência perfeita. A Honey quer ir além da venda de pacotes, quer ajudar a construir histórias ano após ano”, resume Rossi.

O Pedido

Fundada pelas amigas de infância Bruna Brito e Thais Martarello, a empresa ajuda a realizar o pedido de casamento ideal para cada casal. A ideia surgiu em 2014 a partir das frustrações de algumas amigas, já casadas, em relação ao pedido de casamento.

“Descobrimos que fora do país já existiam empresas para ajudar homens e mulheres neste momento. Fizemos testes com amigos antes de iniciar o negócio e, com o sucesso desses pedidos, começamos a empresa”, conta Thaís. Assim, elas passaram a oferecer uma assessoria especializada em pedidos de casamento originais, exclusivos e super-românticos, proporcionando ao casal uma experiência única.

Axado

O Axado é uma empresa de tecnologia catarinense fundada em 2011 pelos sócios Guilherme Reitz e Leandro Baptista, que se consolidou como a primeira plataforma de gestão de fretes para e-commerce do Brasil.

Com atuação nacional e por meio de uma equipe especializada de consultores, a empresa desenvolve soluções de gestão de fretes, implementa tabelas, calcula preços e prazos de entrega de forma precisa, além de rastrear o envio dos pedidos desde a saída para a entrega até a chegada ao consumidor final. Sediada em Florianópolis, hoje a empresa tem 28 funcionários e mais de 600 lojas virtuais utilizando sua plataforma.

Validação do laudo médico PcD: quer descobrir como a Catho…

Dicas para o RH auxiliar na gestão de carreiras dos…

6 mitos sobre a acessibilidade que você e sua empresa…