fbpx

Mercado de trabalho para engenheiros

As ofertas para mão de obra qualificada com nível superior em engenharia vêm crescendo no mercado de trabalho brasileiro. Entretanto, alguns estudos apontam que a falta de engenheiros capacitados no país para ocupar essas vagas deve continuar pelos próximos anos. Entenda este fenômeno e saiba como encontrar o profissional certo para a sua empresa.

Profissão considerada fundamental para o crescimento econômico, a engenharia tem formado no Brasil menos profissionais por ano em comparação a outros países emergentes, como China, Índia e Rússia. Em contrapartida, a procura por mão de obra qualificada cresce a cada dia, o que tem gerado muitas especulações. Afinal, por que estes profissionais estão em falta em nosso mercado de trabalho?

Além da qualidade dos cursos de engenharia no Brasil e da dificuldade de inserção dos recém-formados, outro fator pode estar por trás desta realidade: metade dos profissionais com diploma na área acaba por atuar em outra.

Segundo um levantamento do Ipea  (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), do final de 2013, 7 em cada 10 profissionais de ciência, tecnologia e engenharias não ocupam postos de trabalhos típicos de suas áreas de formação. Isso significa que 59% dos engenheiros brasileiros trabalham em outros setores que não engenharia.

Em entrevista ao portal de notícias iG (24/02), Luis Testa, head de pesquisa e estratégia da Catho, falou sobre o assunto. “Muitas pessoas podem ser formadas em engenharia, mas buscam outras vagas. Falta profissional desse segmento específico. A grande habilidade do engenheiro é solucionar problemas. A formação básica é voltada para isso. Acredito que esse seja o motivo de vermos engenheiros ocupando ótimos cargos em qualquer área”, afirmou.

Primeiros passos

O processo de seleção para profissionais com formação em segmentos específicos, como engenharia, tem algumas peculiaridades, pois alguns tópicos devem ser tratados de maneira mais específica, visando buscar evidências de projetos realizados para, se possível, aprofundar as habilidades técnicas do profissional.

Além disso, nestes casos é preciso ter em mente a mobilidade do profissional, como explica Fátima Trindade, consultora de Executive Search da Thomas Case & Associados, empresa de consultoria em gestão e planejamento de carreira: “O engenheiro, especialmente o civil, sabe da necessidade de residir nas proximidades das obras. Desta forma, ter abertura para mudanças é a primeira condição para o recrutador dar continuidade ao processo”.

O processo de seleção é iniciado por entrevistas, onde é possível perceber o momento do profissional, seu perfil e sinergia de carreira com a necessidade do contratante. “Em alguns casos, também são realizadas dinâmicas em grupo, porém, é imprescindível o levantamento de referências junto aos ex-superiores imediatos”, destaca Fátima.

Como recrutar?

De modo geral, as vagas em aberto na área são divulgadas em sites de emprego, agências especializadas e escolas com cursos de graduação, pós ou especialização na área. Mas quais são as táticas que o recrutador pode utilizar para atrair os profissionais formados em engenharia num momento de carência desta mão de obra? Para Paulo Exel, gerente de recrutamento especializado e vendas da Kelly Services Brasil, a resposta pode estar na criatividade.

“Essa é uma característica que conta bastante. Uma forma inteligente de se aproximar desse público, por exemplo, é direcionar conteúdos de carreira específicos para as áreas de atuação. Com isso, o profissional que não está ativamente em busca de uma oportunidade será atraído e, consequentemente, se aproximará do recrutador que os divulgou”.

Entretanto, Paulo alerta os recrutadores para o que chama de ‘ponto crítico’ nos processos de seleção. “Muitas empresas deixam a desejar, pois têm um processo decisório muito rápido. E isso talvez explique porque profissionais motivados a mudar de emprego ou se recolocar em áreas específicas não duram muito tempo no mercado e podem estar considerando várias oportunidades ao mesmo tempo”, conclui.

Confira em nosso Guia de Profissões e Salários da Catho a diversidade de cargos e salários para a profissão de engenheiro.

Validação do laudo médico PcD: quer descobrir como a Catho…

Dicas para o RH auxiliar na gestão de carreiras dos…

6 mitos sobre a acessibilidade que você e sua empresa…