O Portal Carreira & Sucesso é uma publicação digital da Catho. Aqui você encontra informações relacionadas ao mercado de trabalho, que irão auxiliá-lo em seu desenvolvimento profissional.

13/02/2013 - O que atrapalha a sua produtividade no trabalho?

Autor: Nathaly Bispo

São muitas as reclamações dos profissionais sobre o seu ambiente de trabalho. Na visão de quem é atento ao mercado de gestão de pessoas, o principal fator de motivação para os colaboradores nas empresas são as relações corporativas. Elas afetam diretamente o desempenho profissional e os resultados alcançados pela organização, logo, o bem estar físico e emocional durante o horário de expediente são condições muito importantes.

Independentemente do cargo que você exerça, provavelmente já presenciou situações desagradáveis enquanto desempenhava suas funções na empresa. No entanto, é preciso ter um preparo psicológico para saber lidar adequadamente com as adversidades que surgirão no trabalho ou, às vezes, até fora dele.

Ao analisar os dados globais, é possível destacar cinco fatores que irritam os profissionais. Em primeiro lugar, estão as pessoas que não se responsabilizam por suas atitudes e decisões, seguidas por quem reclama em excesso e áreas comuns sujas. Além disso, foram citadas reuniões muito longas ou tardias e profissionais que não respondem os e-mails.

Entre os países, nota-se que as situações que mais irritam os profissionais são diferentes. Nos Estados Unidos, as pessoas detestam constatar que alguém pegou a sua comida na geladeira da empresa. Já na Alemanha, os profissionais ficam muito incomodados com a sujeira encontrada em eletrodomésticos de uso coletivo no escritório, como aparelho de micro-ondas e refrigerador. Na Índia, os trabalhadores odeiam ouvir os constantes toques de telefones celulares dos colegas, enquanto os japoneses são os que mais detestem ser motivo de piada dentro da empresa.

Segundo o consultor e palestrante da Você Vencedor, Flávio Souza, é necessário que o profissional que se sente prejudicado desenvolva um comportamento assertivo, onde aprenda a defender seu espaço e se posicionar de maneira clara e transparente para resolver as questões difíceis.

O que mais irrita o brasileiro

No Brasil, o campeão de queixas sobre o que atrapalha o desempenho e estressa os profissionais é a infraestrutura – mais especificamente a falta dela – do local de trabalho.

“A comunicação interna junto ao olhar atento do RH da empresa devem detectar essas lacunas, e isso é crucial para todos: ajuda o profissional a sentir-se a vontade para relatar alguma dificuldade e solucionar esses estresses que nada deveriam ter a ver com o ambiente de trabalho, e gera uma produção muito mais qualitativa para a empresa”, afirma a analista de comunicação e marketing da consultoria Solides RH, Ludmilla Fernandes.

Confira a lista com os problemas na infraestrutura que os colaboradores sinalizam como vilões do dia-a-dia corporativo:

Computadores lentos - quem precisa utilizar programas gráficos, planilhas mais elaboradas, vários aplicativos abertos ao mesmo tempo ou até mesmo apenas a internet, reclama que a lentidão nos computadores da empresa atrapalha a produção e faz o colaborador se sentir prejudicado em relação aos demais, se o problema ocorrer apenas com ele;

Falta de comunicação – empresas que não têm a rotina de comunicar alterações nos cargos com maior visibilidade como diretores e gerentes, anunciar novidades, parcerias e informações que deixem os colaboradores cientes sobre a cultura atual da organização, fazem seus profissionais se sentirem abandonados e com um sentimento de não importância em relação à tomada de decisões sobre os negócios.

“A comunicação transparente entre empresa e colaborador faz as pessoas cuidar com prazer dos seus processos, sistemas, controles e tudo que envolva suas tarefas”, relata o fundador da BIZREVOLUTION, Ricardo Jordão Magalhães;

Ambiente gelado - a variação repentina e brusca de temperatura é tão problemática que a maioria dos profissionais afirma já terem sido infectados por gripes, tosses e alergias mais sérias;

Ausência de limpeza nas áreas comuns – banheiros e refeitórios sujos e ausência de organização nas estações de trabalho.

O que mais irrita nos colegas de trabalho

Também foram avaliadas as reclamações em relação ao comportamento dos colegas de trabalho. O profissional que se sente muito incomodado com os comportamentos alheios e não sabe como lidar com isso internamente e no relacionamento com o colega, com certeza terá o seu desempenho afetado.

“O colaborador inconveniente tem que ter um maior senso de autocrítica e discernimento para contribuir com um bom clima de trabalho. Por outro lado, quem se sente incomodado deve desenvolver sua resiliência que é uma competência essencial para não se deixar afetar tanto por esses eventos externos e aprender a se preservar nas situações incômodas”, esclarece Flávio.

Fofoca em demasia - de acordo com um levantamento feito pelo LinkedIn, 83% dos brasileiros acham que o excesso de fofocas é o hábito profissional que mais incomoda e apontaram esse tipo de comportamento como o mais irritante.Elas não só irritam, mas tornam o ambiente de trabalho pesado e causam um clima de insegurança e hostilidade.

Uso de roupas inadequadas - ainda na mesma pesquisa, 76 % das mulheres acreditam que a roupa de trabalho inadequada faz um marketing pessoal negativo;

Colegas mal-humorados - esses são, sem dúvida, uns dos mais evitados pelos outros colaboradores. É difícil conviver com quem vive reclamando da vida ou que vive de mau humor.  Pessoas de “mal com a vida”, repelem que as outras se aproximem delas;

Falar alto ao telefone assuntos pessoais - também foram citadas entre as características que incomodam estar sempre falando ao telefone ou escrevendo mensagens de texto, assistindo a vídeos no computador e não sair das redes sociais. Geralmente quem tem esse perfil, acumula serviços e responsabilidades suas para os outros e atrapalha a concentração de quem está trabalhando;

O mau uso dos e-mails - receber e-mails no feriado ou nas férias, receber um e-mail e logo depois receber outro cobrando resposta, receber e-mails um monte de “mensagens motivacionais” de uma mesma pessoa, receber e-mails inadequados, inapropriados ou até pornográficos.

Leia mais sobre:

  |    |    |    |    |    |    |    |