O Portal Carreira & Sucesso é uma publicação digital da Catho. Aqui você encontra informações relacionadas ao mercado de trabalho, que irão auxiliá-lo em seu desenvolvimento profissional.

17/01/2014 - Entrevista de emprego: “Fale mais sobre você”

Autor: Caio Lauer

Fale mais sobre vocêNão é qualquer um que tem a facilidade de falar sobre si mesmo, ainda mais dentro de um processo seletivo, geralmente, acompanhado de bastante pressão e cobrança. Para ajudar nesta questão, falamos com especialistas de RH que mostraram as melhores formas de se dar bem quando surgir a pergunta “fale mais sobre você” numa entrevista de emprego.

Preparo e autoconhecimento são as palavras-chave para um bom desempenho frente ao recrutador. É preciso ter claro quais são as próprias competências e habilidades para que não seja pego de surpresa.  “Muita gente ainda pensa que será perguntada sobre questões técnicas, mas as empresas estão bastante interessadas também nas competências comportamentais”, alerta Roberta Fioravantti, consultora de RH da Luandre.

A consultora ainda explica que a pergunta está muito ligada à mentira, pois os recrutadores conseguem identificar um discurso verdadeiro ou não com base nas informações do currículo e em alguns comportamentos na hora, como a linguagem corporal.

Papel do recrutador

Hoje, o lado comportamental conta muito na avaliação dos recrutadores, e a autenticidade no discurso diferencia um candidato. Porém, para falar de si próprio, deve ser analisado o contexto da vaga, da área de atuação e a liberdade que o entrevistador oferece no momento.

Um recrutador preparado e consciente, que entende a situação de pressão da entrevista, deve oferecer um clima tranquilo para que os candidatos discursem de forma leve e calma – o entrevistador despreparado atrapalha todo o processo, pois depende dele extrair o que de melhor um profissional pode apresentar na seleção.

“A entrevista mais informal dá a chance de o candidato se soltar um pouco mais. Isso vai muito da situação e de cada pessoa”, explica Maurício Seriacopi, palestrante, escritor, coach, gestor e consultor empresarial.

Sericacopi ainda comenta que, se a pergunta for feita no começo da conversa, o entrevistador busca avaliar as competências e o histórico de carreira. “Feita no final da entrevista, a questão pretende avaliar habilidades de oratória e até mesmo características pessoais, pois toda a carreira do candidato já foi detalhada anteriormente”, explica.

Leia mais sobre:

  |    |    |    |    |    |    |    |    |