O Portal Carreira & Sucesso é uma publicação digital da Catho. Aqui você encontra informações relacionadas ao mercado de trabalho, que irão auxiliá-lo em seu desenvolvimento profissional.

16/04/2010 - Ações Sociais: a importância de conscientizar os colaboradores

 

Maiara Tortorette

Investir na imagem institucional da empresa e incentivar os colaboradores a participar de ações sociais é algo necessário no mercado atual. As empresas estão cada vez mais envolvidas com projetos de sustentabilidade e o departamento de Recursos Humanos se tornou uma ferramenta fundamental para a divulgação das campanhas e conscientização dos profissionais.

Criar ações sociais tornou-se sinônimo de crescimento e desenvolvimento, pois esse tipo de iniciativa valoriza os funcionários, otimiza o desempenho das equipes e a aumenta a visibilidade da empresa. Mas apesar de parecer simples, fazer com que os colaboradores participem e percebam a importância dessas ações é extremamente complicado.

Segundo Reinaldo Frascino, diretor de RH da FTD, muitas organizações tratavam da responsabilidade social apenas como ‘imagem mercadológica’, mas com o tempo passaram a investir em algo muito maior como os projetos de sustentabilidade. “Podemos citar casos como do Banco Real, que faz um trabalho muito bonito, e não só faz como divulga e ensina outras empresas que também queiram fazer. Muitas organizações, principalmente as de grande porte, criaram uma estrutura específica para essas ações, sejam internas ou externas”.

Apesar de não ser a única responsável, a área de Recursos Humanos tem extrema importância nesse contexto e dentro de todo o cenário empresarial. Para Jane Souza, consultora do Grupo Soma, as empresas devem se adequar às tendências do mercado para não perder espaço e credibilidade. “O papel do RH é estratégico e a conscientização dos colaboradores acontece durante as ações pontuais e projetos desenvolvidos apresentados aos funcionários de acordo com as reais necessidades da empresa”, explica.

Cada empresa possui uma forma diferenciada de trabalhar os projetos sociais. É possível notar uma constante utilização das ferramentas de comunicação interna, por exemplo, para manter os funcionários antenados e conscientizados. Junto a outras áreas da empresa é possível criar diversas formas de comunicação que chamem atenção do profissional.

“Tenho percebido duas formas principais de conscientização. A primeira é por meio dos diversos canais de comunicação escritos e até palestras, seminários e workshops, o outro são formas de reconhecimento ou até liberação do profissional em algum momento do horário de trabalho para realizar trabalhos voluntários que algumas empresas propiciam para favorecer ou incentivar essas atividades”, menciona Reinaldo.

Qualidade de vida

Além de serem extremamente favoráveis à imagem institucional das organizações, as ações sociais e projetos sustentáveis também são importantes para os colaboradores. É visível que os profissionais que se envolvem e participam ativamente dessas atividades conseguem melhorias em sua qualidade de vida e até mesmo no ambiente de trabalho.

Profissionais que se emprenham nessas atividades e que percebem a sua importância, conseguem atingir uma imensa gratificação com o trabalho realizado. Muitas pessoas iniciam essas ações no ambiente corporativo, mas acabam levando essa missão para sua vida, com total dedicação.

“As estatísticas têm comprovado o grande retorno que as equipes de trabalho têm oferecido às empresas que apostam em ações sociais nas quais se vêem envolvidas. Elas acabam criando um nível bem mais elevado de sensibilidade para diferentes realidades”, menciona Luiz Roberto Bodstein, consultor de empresas.

“Além disso, a relação com ações sociais permite que muitos descubram talentos para atividades que nem sonhavam que poderiam exercer, e isso, mais do que um desafio a vencer, pode constituir uma experiência altamente gratificante, que envolve aprendizagem, comprometimento e identificação com causas de vital importância para o desenvolvimento tanto individual quanto coletivo”, finaliza.

Leia mais sobre: