O Portal Carreira & Sucesso é uma publicação digital da Catho. Aqui você encontra informações relacionadas ao mercado de trabalho, que irão auxiliá-lo em seu desenvolvimento profissional.

28/07/2008 - A confiança no ambiente de trabalho

 

Letícia Fagundes

Especialistas garantem que ser confiável e confiar nos outros dentro do ambiente de trabalho é um passo fundamental para o ganho de produtividade e, conseqüentemente, para o sucesso. Mas o Catho Notícias veio às ruas saber: será que as pessoas confiam mesmo?

“Eu não confio. Não dá para confiar.”

“Não. É muito difícil.”

“No ambiente de trabalho, eu tenho um certo cuidado. Sempre com um pezinho à frente e outro atrás.”

“Confio desconfiando…”

Trabalhando há 37 anos com psicologia organizacional, Carmen Lúcia Rittner afirma que o tema é complexo e que é bastante difícil confiar atualmente.

“Sim. É mais difícil confiar hoje em dia, porque temos uma sociedade mais complexa, com mais assuntos polêmicos. Por outro lado, temos uma sociedade mais aberta, em que há mais opiniões expostas.

E ela ainda garante que, sabendo trabalhar a característica dentro das empresas, só haverá benefícios. “A confiança é construída, ela não é um dado de verdade. Através dos desafios do dia-a-dia, você estabele laços que se fortalecem com o convívio. Mas também depende do ambiente que as empresas porporcionam e dos comportamentos que elas estimulam. É preciso acreditar que no ambiente em que há confiança, o estresse é menor e a produtividade é maior.

O consultor americano Stephen M. R. Covey, autor do livro “O Poder da Confiança” e um dos maiores especialistas do mundo em confiança no ambiente corporativo, passou recentemente pelo Brasil para participar do evento World Management, onde falou sobre a melhor forma de construir um ambiente de confiança.

“O primeiro passo para criar confiança em alguém é começar com você mesmo, criando autoconfiança. Pergunte-se: eu confio em mim mesmo? Então,você tem de focar em criar e cumprir compromissos com você mesmo. A autoconfiança precede confiança nos outros. Uma vez iniciado isso, você constrói confiança nos outros. A chave para isso é criar compromissos com os outros e cumpri-los. Fazer um outro compromisso. E cumpri-lo. Fazer outro compromisso, e cumpri-lo. Repita esse processo. Faça e cumpra compromissos. E repetindo isso sempre, fazendo isso, você constrói confiança rapidamente. Faça o que você diz que vai fazer. Fazendo isso, a confiança aumenta. Mas se você se comprometer e não cumprir, a confiança diminui. Então, você pode construir isso rápido ou destruir rápido se você quebrar e não cumprir seus compromissos. Fazendo isso, você terá confiança em seus relacionamentos, em seus clientes. Quando você faz o que disse que ia fazer, a confiança aumenta”.

Assim como a psicóloga, Covey afirma que é possível aprender a confiar mais nas pessoas.

“Eu acredito que seja possível aprender a confiar. E nós aprendemos a partir de experiências, aprendemos a partir de práticas. Às vezes, as pessoas não se tornam muito confiantes porque elas confiaram em algum momento e foram traídas. Então elas dizem, ‘Nossa, nós não podemos confiar em ninguém!’. Eu sei que, às vezes, isso pode acontecer, mas a maioria das pessoas responde muito bem à confiança. A maioria das pessoas apropriadamente cresce com a situação. Então, dando confiança às pessoas, a confiança volta para nós. Não é uma confiança cega, é uma confiança esperta, inteligente. E confiança funciona e há uma boa economia por trás disso. É muito mais ágil! Eu chamo isso de ‘velocidade da confiança’, porque você se movimenta mais rapidamente quando a confiança é alta. E você pode medir isso. E de repente as pessoas começam a aprender que todos crescem quando aumenta a confiança. É um comportamento melhor. É mais credibilidade. Eu posso aprender como me comportar para construir confiança. Nós temos de nos focar nisso.”

 

Leia mais sobre: