Empresário x Gestão do negócio

Colunista: Alessandro NatalO empreendedor tem conhecimento de mercado e sabe aonde pretende chegar. Mas entre o que vê e o que acontece na prática há uma distância que precisa ser equalizada, compartilhada com sua equipe.

Se pudéssemos simplificar os estilos mais comuns de empresários, diríamos que existe o visionário, altamente técnico, mas pouco operacional e com dificuldade para lidar com pessoa e que se perde no campo das ideias e das abstrações, sem saber aplicar de forma clara, objetiva e simples seus conhecimentos. Há o gestor à moda antiga, que não abre mão dos valores tradicionais e de velhas fórmulas de se relacionar, em dissonância com o espírito e a pretensão dos jovens. Ou ainda os que simplesmente não conseguem conviver ou administrar diferenças culturais, diversidade de pessoas, estilos e perfis avessos aos seus. Principalmente quando se trata de empregado jovem, que entrou há pouco na equipe.
Diante de tantas possibilidades, que se somam e se complicam, há também o empresário que não consegue definir para si mesmo qual é o propósito central do seu negócio, por isso gera muitas dúvidas na cabeça dos colaboradores. A indefinição pode ser o principal alimento para falhas de processos, que levam a ações equivocadas, motivos de retrabalho, desperdício de tempo e dinheiro, fatores que contribuem sobremaneira para ampliar a crise. Além, obviamente, de gerar frustração de toda a equipe, que se vê perdida em um redemoinho de ações e reações aleatórias. São problemas que surgem na origem do empreendimento, que provavelmente nasceu sem um plano de negócio, sem uma análise de mercado, sem um plano de marketing, sem um planejamento estratégico. Nasceu da intuição pura.
Os empresários, de maneira geral, sofrem por carência de entendimento em relação às variáveis que afetam o mundo corporativo. Têm dificuldades para identificar o ponto central dos seus problemas e traçar planos corretivos. Isso não quer dizer, necessariamente, que não tenham boa formação técnica e experiência de vida suficiente para perceber que algo de errado está ocorrendo com seu negócio. Mas quer dizer que precisam de ajuda, porque, por mais habilidosos que sejam não possuem características suficientes para englobar todos os aspectos de uma empresa moderna.
 

Estamos preparados para a batalha da concorrência?

Para o jogo que virá

Tudo tem consequência