Como escolher a carreira

Momento crucial na vida de muita gente, a escolha da profissão requer cuidados e muita reflexão. Afinal, diante de tantas possibilidades e caminhos a seguir, é comum que os jovens tomem decisões precipitadas e sem planejamento, o que pode gerar frustrações futuras.

O início da vida adulta não é nada fácil para quem não está preparado para lidar com a pressão dos pais e da sociedade quanto à escolha da carreira. Para a maioria dos jovens, o processo se inicia durante os anos do colégio, período ideal para reunir o maior número de informações possíveis sobre as profissões e áreas que mais lhe interessam. Porém, nem todo mundo se preocupa com a questão até estar prestes a ingressar na faculdade.

“Descobrir a vocação é algo fundamental para se ter uma vida plena e feliz”, garante a especialista em Coaching de Carreira e fundadora da Ability Coaching, Fernanda Dall’Anese. “O ideal é que a vida profissional seja planejada ainda na juventude, aumentando as chances de um caminho de sucesso”, completa.

Uma escolha mal feita pode gerar inúmeras consequências na vida do profissional, acarretando até problemas de saúde, como a depressão. Por isso é tão importante optar por uma carreira que traga satisfação.

Para tornar o processo de escolha mais consciente e assertivo, Fernanda dá a dica: “Se conhecer aos 16, 17 anos não é uma tarefa fácil, pois as experiências são poucas ou nenhuma na área profissional. Por isso, começar pelo que não gosta pode ser uma ótima opção. A partir daí vêm os questionamentos e a autoavaliação daquilo que gosta”.

Para que a escolha da profissão seja muito mais certeira e coerente – e apresente menor risco de falhas – o jovem pode realizar um teste vocacional ou buscar ajuda de um coaching. “Com o Coaching, tudo fica muito claro, pois quando o jovem está em dúvida sobre duas ou mais profissões, o Coach detecta o problema em questão e auxilia através de exercícios específicos”, explica Fernanda.

A importância do autoconhecimento

O autoconhecimento é primordial para os jovens que buscam conhecer sua verdadeira vocação e atingir a plena realização em sua vida e profissão. “As pessoas querem trabalhar para alimentar sua sede de crescer, fazer a diferença, dizer que executam algo bem-feito e destacar-se profissionalmente”, explica Alexandre Slivnik, sócio-diretor do Instituto de Desenvolvimento Profissional (IDEPRO), diretor-executivo da Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento (ABTD) e diretor geral do Congresso Brasileiro de Treinamento e Desenvolvimento (CBTD).

Para Slivnik, “quando se faz o que gosta e aquilo que acredita, os ganhos seguem atraídos pela nossa energia. Por isso, até mesmo pessoas de grande sucesso, que chegam aos milhões de dólares, podem fracassar e ser infelizes, se o dinheiro for a única coisa que importa”, opina o especialista.

Veja a seguir algumas dicas do que você precisa saber antes de escolher a carreira.

– Conheça a profissão que lhe chama a atenção: Busque conversar com profissionais da área e faça pesquisas na internet para levantar o máximo de informações.

– Entenda como funciona o ambiente de trabalho: Durante a pesquisa, procure informações também sobre as funções que podem ser exercidas e o que se espera do profissional.

– Saiba como são as pessoas que atuam nessa área: Tente traçar o perfil dos profissionais que estão no mercado e veja se você se identifica com ele.

– Analise a atual situação da profissão no mercado de trabalho: Para evitar surpresas desagradáveis quando finalmente se formar, vale conferir as projeções da carreira que escolher.

– Saiba como é a rotina daquele profissional: Tente descobrir detalhes da rotina profissional e veja se eles condizem com o que você espera da profissão.

No trabalho, OUVIR pode ser mais importante do que FALAR

21 Dicas para atrair o emprego desejado

Home Office: vilão ou solução?