Networking virtual funciona?

Uma pesquisa realizada pela consultoria Robert Half com 651 executivos brasileiros mostra que o networking virtual tem mais adeptos que o networking presencial, com índices respectivos de 83% e 72%. No entanto, 80% dos pesquisados afirmaram que não recomendam profissionais que conhecem apenas virtualmente.

Quando questionados se deixaram de realizar o networking presencial depois de aderir ao virtual, 19% responderam que sim e 81% disseram que passaram a realizar as duas formas de contato. Em relação ao meio mais eficiente de networking, 57% dos entrevistados afirmaram que o contato presencial era o melhor para ampliar e fortalecer suas redes de contato, ante 21% que optaram pelo virtual e outros 21% que disseram optar pelas redes sociais.

“Muitas pessoas, por timidez, optam por fazer o primeiro contato pelas redes sociais para depois iniciar uma aproximação maior. E, quando já se tem um contato pessoal, fica mais fácil estabelecer o virtual depois”, afirma Fábio Saad, gerente sênior da Divisão de Finanças da Robert Half.

 

Já para Alexandre Prates, especialista em liderança, o fato de vivermos conectados faz do networking virtual algo legítimo e eficaz, pois, para facilitar algum contato a tecnologia atende perfeitamente, desde que, a abordagem seja elegante e de troca de conhecimento. “O contato virtual serve como um abre portas e economiza tempo para quem vive nos grandes centros urbanos. É uma forma leve, sútil e informal de abordar uma pessoa para depois ir ao encontro presencial”, orienta o especialista.

Como a abordagem deve ser realizada?

 

Fernando Capella, diretor da Capella RH, afirma que a  melhor maneira é ser profissional sem ser pesado, ou seja, não transparecer interesses e, sim, querer trocar informações e conhecimentos. “Procurar fóruns de discussões, redes sociais para troca de experiências e blogs específicos é um bom caminho para quem quer realizar networking virtual e não ser confundido com interesseiro ou mala virtual”, explica Cappela.

Falar sobre as experiências profissionais, pedir opiniões e trocar conhecimento para evoluir como profissional é sempre bem vindo a rede, mas, marcar um encontro presencial sempre será positivo também.

Aproveite o feriado para pensar em sua carreira

5 dicas para o trabalho temporário virar efetivo

Eu posso trabalhar com horário flexível?