Não ter inglês pode significar perda de dinheiro

A receita para ocupar cargos com boa remuneração é bem complexa. Para chegar lá é preciso ter boa formação acadêmica, qualificações, desenvolvimento de habilidades e competências, experiências profissionais valiosas e ter aproveitado bem as oportunidades que surgiram. Mas, além de tudo isso, existe uma característica que pode te colocar a frente na busca de maiores salários: a fluência em inglês.

Uma pesquisa da Catho confirmou que um profissional brasileiro com fluência no idioma pode ter o salário até 61% maior do que alguém sem essa habilidade.

Por exemplo, nos cargos de coordenação, uma pessoa que fala inglês pode ganhar até 61% a mais do que um trabalhador que tem apenas conhecimentos básicos no idioma. Já nos cargos de diretoria, a diferença salarial é de até 56%.

Confira a tabela completa:

O conhecimento no idioma também é determinante para o salário de quem não tem fluência ainda. As tabelas abaixo mostram as médias de remunerações nos diferentes níveis hierárquicos, de acordo com o grau de habilidade no inglês.

Esses dados são indícios de que investir neste conhecimento é fundamental para galgar novas posições e conquistas na carreira. Segundo o diretor da Catho Educação, Cristóvão Loureiro, “A qualificação é fundamental para conseguir destaque na carreira. E isso fica ainda mais evidente em tempos de crise. Falar um segundo idioma é o primeiro passo para conseguir atingir os objetivos na vida profissional”.

Quer entrar nas estatísticas mas ainda não estuda o idioma? Acesse e veja as condições que a Catho Educação oferece.

3 fatores que atrapalham profissionais maduros a voltarem ao mercado…

Barreiras da inclusão no mercado de trabalho

Como conseguir emprego sem experiência?