O que fazer quando um colaborador chora no trabalho

Talvez você já tenha enfrentando essa situação. Você estava na sua mesa de trabalho quando percebe que o colega que está sentado ao seu lado, e que está passando por um momento de grande pressão, começa a chorar ou vai ao banheiro e retorna com o rosto vermelho e inchado.

Neste momento você pode se sentir extremamente desconfortável e com dificuldades de saber como agir. Não sabe se o correto é ignorar a situação, consolar o seu colega, chamá-lo para conversar em um local reservado ou conversar com a liderança para tomar uma posição.

Não fuja da situação

Realmente é tentador fingir que aquela situação não aconteceu e mudar rapidamente de assunto para distrair o colega que demonstra o sofrimento. Porém, esta não é melhor ação, principalmente se você tiver uma posição de referência ou liderança dentro da equipe.

O ideal é que, primeiramente, você respeite o momento difícil que o colega está passando e deixe-o respirar um pouco. Sair correndo atrás do colaborador para entender o que está acontecendo ou tentar melhorar a situação de imediato pode agravar ao invés de amenizar. Dê o tempo que a pessoa precisa para processar a pressão e lide com a situação. Chorar não é um problema. É apenas uma resposta ao que a pessoa está enfrentando e precisa ser respeitado. Isto não significa que a pessoa é super imatura ou que está passando por uma crise emocional.

Se necessário, entre em ação para preservar o seu colega

Você pode agir de imediato apenas se perceber que a pessoa perdeu o controle e está chorando descontroladamente no meio do ambiente de trabalho. Esta ação consiste em explicar para o seu colega que você vai ajudá-lo e, em seguida, conduzi-lo com calma para um ambiente mais reservado para que possa se acalmar. Esta proteção é importante para que quando a pessoa volte a consciência, não se sinta mal por ter chorado e se descontrolado na frente dos outros.

Passado este primeiro momento de respeito à forma como a pessoa reagiu, demonstre empatia. Diga que você entende a reação dela. Mesmo que o seu colega esteja se descontrolando excessivamente por uma situação pequena, evite oferecer um feedback neste momento. Qualquer comunicação pode agravar a situação, uma vez que pode interpretar o seu posicionamento como um novo ataque.

Empatia é fundamental para lidar com a situação

Esta é uma habilidade que todos precisam desenvolver no trabalho. A capacidade de lidar com situações desconfortáveis com maturidade, sem evitar ou fingir que elas não acontecem. Aprender a enfrentar a situação, oferecendo o apoio necessário ao colega, pode ser um diferencial para a sua carreira. Afinal, segundo uma pesquisa feita pela DevelopmentDimensionsInternational (DDI), empatia é uma habilidade essencial na liderança e apenas 40% dos gerentes são bons nesse tema.

Passadas algumas horas da situação, você pode perguntar se a pessoa quer falar a respeito. Deixe sempre a decisão de conversar sobre o momento difícil para o outro. Nunca force uma conversa. As pessoas reagem e processam as suas emoções de formas diferentes e você não deve interferir neste processo.

Se a pessoa demonstrar abertura para conversar, você poderá apresentar o seu ponto de vista, mostrar como lidou com situações parecidas no seu passado ou oferecer alguma dica para que ela não sofra mais no futuro. Faça isso apenas se você entender que pode ajudar a pessoa. Se não souber o que dizer ou como agir, respeite a pessoa e fique tranquilo. É melhor deixar que ela resolva sozinha do que você criar uma nova situação desconfortável.

_

Sobre o autor
Allan Lopes é  Coaching Sistêmico, membro da Internacional Coach Federation, Master Practitioner em PNL e especialista em gestão de performance e em processos de mentoring e coaching aplicados ao ambiente corporativo. Sócio da Soar Desenvolvimento Humano e responsável pela área de Consultoria em Recursos Humanos.

Como responder sobre habilidades na entrevista de emprego?

Invenções de pessoas negras que ajudam no seu trabalho

11 carreiras para seguir na área de comunicação