O que motiva as pessoas no trabalho?

Colunista: Reginah AraújoSabemos que pessoas motivadas são mais felizes, entusiastas, mais responsáveis, comprometidas e realizadas. Elas procuram sempre se sobressair, se superar e buscar melhores resultados cada vez mais.

Em uma pesquisa realizada na Universidade de Harvard, podemos descobrir que pessoas desmotivadas conseguem manter seus empregos, entretanto, rendem apenas de 20 a 30% de sua capacidade de trabalho. Enquanto isso, os funcionários motivados rendem de 80 à 90%. A motivação fornece criatividade, maior facilidade de comunicação, mais responsabilidade e vontade de crescer.

Algumas empresas têm uma visão errada sobre o processo de motivação, assim como sua prática. É comum termos o uso de recompensa, ameaças e intimidações. Isso, ao contrário do desejado, que é motivar, acaba desmotivando.

Então, o que motiva os funcionários?

Temos aqui três tópicos a serem estudados: Autonomia, aprendizado e propósito.

Primeiramente, as pessoas querem ser autônomas, querem fazer o seu trabalho com mais liberdade, sem o controle de um superior e mais orientação. Sem os processos rígidos demais, ordens e barreiras que limitam a capacidade de inovação, as pessoas surpreendem com sua capacidade de criar soluções simples para problemas que parecem ser complexos. A maioria dos profissionais adoram receber desafios e assumir responsabilidades quando percebem que possuem liberdade para tal.

Segundo, as pessoas se sentem mais motivadas quando ganham conhecimento e experiência. Quando estão aprendendo algo novo, buscam aplicar e usar o que lhes foi instruído. Numa empresa, é necessário que haja sempre cursos, palestras e novos desafios, para que todos busquem aprender mais.

E por último, todos tem um propósito. Seja metas de venda, rotatividade, de gerar mais receita ou até desafios de horários, as pessoas querem um motivo maior para se sentirem desafiadas, o que leva à motivação.

Aumento de salário, promoções e materiais também são considerados fatores básicos na motivação. Um funcionário, ao receber menos do que ele acha que merece pela sua função, fica desmotivado. Entretanto, se as três principais motivações listadas acima não forem praticadas, apenas um aumento salarial não é o bastante, porque da mesma forma que ele pensava que não recebia o suficiente, poderá pensar a mesma coisa.

Portanto, devemos investir em pessoas e relacionamentos para termos resultados melhores. Um funcionário feliz e motivado é um funcionário que trabalha melhor e produz muito mais. Ao criar um vínculo entre ele e a empresa, temos um trabalhador que veste a camisa e caminhará lado a lado com o crescimento da empresa.

Como montar um bom currículo?

Você está preparado para atuar no RH do futuro?

Como é a técnica da constelação aplicada a você e…