A falta de modéstia pode “queimar o seu filme”

Colunista: Nelson FukuyamaParece que atualmente ninguém mais quer ser modesto; modéstia parece que virou sinônimo de uma pessoa “menor importância”, “perdedora”. As pessoas “têm” que falar (e exagerar) sobre o que têm feito, de quem elas são amigas, para se sentirem mais aceitas pelas demais.

Eu penso que você deve dar ênfase em seus trabalhos realizados apenas quando for necessário e ainda assim com cuidado e com a devida modéstia.

No currículo, por exemplo, é recomendável não exagerar. Vamos dizer que um profissional iniciante ou com poucos anos de experiência cite em seu currículo que “conseguiu aumentar o faturamento da empresa em 784,5%”. Ele precisará ter muito bons argumentos para resposta porque certamente será questionado uma vez que para executar tal ato ele precisaria necessariamente estar ocupando uma posição um pouco mais destacada dentro da organização.
Durante uma entrevista, falar de si, de suas qualidades e relacionamentos, exige cuidado para não exagerar. Observe que profissionais “maduros”, justificadamente famosos, geralmente adotam um comportamento mais humilde, de quem “apenas” fazem parte de um acontecimento onde eles são parte “de menor importância”, para dar a sua “modesta” contribuição. Nada de atitude de soberba. Certamente você dará todas as informações em resposta às perguntas que lhe são feitas, e o entrevistador saberá entender a sua mensagem.

Então, fuja da vontade de querer “se mostrar melhor” às demais pessoas, especialmente quando elas podem ser um entrevistador para uma vaga de emprego ou um superior hierárquico dentro da empresa.

Certamente a melhor postura a ser adotada será aquela mantida com frases como “estamos aqui para colaborar”, “não faço (ou não fiz) nada mais do que a minha obrigação”, ou “são os seus olhos que me fazem ou me veem assim”, ou “procuro(ei) fazer o melhor de mim” o que trará uma imagem mais simpática aos olhos das demais pessoas.

Avalie e se gostar, adote essa postura.

Não deixe para amanhã o que deveria ter sido feito…

Você pode contar com sua rede de relacionamento?

Quais passos você deve dar para conseguir um emprego?