Hora de empreender


De 7 e 10 de fevereiro, em São Paulo, aconteceu a Feira do Empreendedor, evento promovido pelo Sebrae que oferece informações, orientações e novidades para quem já tem um negócio próprio e também para quem deseja tirar os sonhos do papel e abrir o seu. Dividido em estandes, os expositores tiveram a oportunidade de divulgar seus produtos/serviços e dar mais visibilidade para sua empresa, além de fechar novos negócios.
Já os visitantes puderam participar de palestras e mini treinamentos de capacitação sobre conteúdos relacionados ao mercado, trocar experiências e receber consultoria em marketing, administração e jurídico.
“Os estandes trazem muitas ideias e coisas novas. E apesar de eu consultar e pesquisar muito para apresentar aos clientes da minha empresa, é diferente de você poder vir e ver tudo isso junto num mesmo espaço”, explicou Elaine Trindade, sócia de uma empresa de consultoria há mais de 10 anos.
Elaine já acompanha a feira há alguns anos e acredita que o conjunto de atividades e de ferramentas oferecidas por ela é o que mais chama a atenção do público. “Aqui você tem a oportunidade de tirar todas as suas dúvidas com as pessoas que trabalham como franqueados ou vendedores, e que te mostram ideias e também o que já deu certo”, completou.
O casal Teddy William e Marisol Ruiz, que possui um negócio próprio no ramo da confecção há 4 anos, também aproveitou o evento para adquirir conhecimentos e se atualizar sobre o mercado. “Viemos em busca de informações sobre gestão, planejamento e redes sociais. Já estamos presentes na internet, mas queremos dar um gás na empresa para conseguirmos crescer um pouco mais”, declarou Teddy.
O mesmo fez José Jacob, proprietário há 12 anos de uma empresa de acessórios e moto peças. Ele foi o criador das antenas corta-pipa, acessório que evita a morte de motoqueiros, e em sua primeira visita à Feira do Empreendedor ficou impressionado com sua abrangência. “Estou achando muito bom. A feira tem uma estrutura muito boa e conta com muitas oportunidades e opções para diversos setores. No próximo ano quero voltar e irei me programar para vir em dois ou três dias”.
2015 também foi o ano da primeira visita da Camila Garcia Alves ao evento. “É a primeira vez que venho para a feira e estou achando muito legal. Está valendo muito a pena”, disse ela. Há quatro meses em um novo negócio, Camila resolveu visitar o espaço para receber dicas e melhorar as áreas de sistema, logística e entrega da empresa.
“Fui assalariada durante quinze anos e demitida após retornar da minha licença maternidade. Aí decidi abrir um negócio. Comecei a procurar e ver algumas franquias, mas apareceu uma oportunidade de uma empresa que já existia e estava sendo vendida. Era uma distribuidora de produtos de limpeza que já está há cinco anos no mercado. Mantivemos a mesma equipe e desde que assumimos a empresa, o faturamento já cresceu 20%”, contou.
A edição deste ano da Feira do Empreendedor do Sebrae reuniu 400 expositores e recebeu mais de 100 mil pessoas.

#MáscaraSalva | Máscara Inclusiva para deficientes auditivos

Sem emprego na crise do Coronavírus? 5 passos para voltar…

Impactos da pandemia na geração de empregos