Quase 60% dos brasileiros acreditam que 2017 será mais próspero

Por: Roni Silva


Pesquisa de fim de ano da Catho, mostra que 59,41% dos brasileiros acreditam que este ano será mais próspero do que o que passou e 64,22% têm planos de conseguir um aumento salarial.

Dos entrevistados, 55,71% apostam que a empresa onde trabalham fará contratações este ano e 60,08% acreditam que investir em qualificação é o melhor caminho para começar 2017 com mais chances de evolução na carreira.

Guinada profissional

O levantamento revela ainda que 51,93% dos brasileiros mudariam de área em 2017 para obter felicidade ou satisfação na carreira. O número é bem maior que o segundo item mais votado do ranking: ter um salário maior (37,22%).

Os outros motivos que levariam os brasileiros a trocar de carreira eram estar desempregado (34,62%) e caso a nova área estivesse em alta (15,58%). Do total, 4,79% não mudariam de jeito nenhum. Pouco mais da metade dos entrevistados está sem emprego (50,56%) e mais de 35% têm entre 21 e 30 anos.

Ainda no tema mudança de área; 51,48% querem trocar de área em 2017 e 54,18% acham que este ano será propício para alcançar este objetivo. 38,14% têm a alteração de área como meta este ano.

“O início do ano é perfeito para repensar várias ações e realizações da vida e a carreira entre elas. Estar otimista é um bom passo para agir e buscar uma boa colocação ou algo melhor”, afirma Murilo Cavelucci, diretor de Gente e Gestão da Catho.

A Pesquisa de Fim de Ano da Catho foi realizada entre os dias 29 de novembro e 7 de dezembro de 2016. Ao total foram ouvidas 2053 pessoas de todo o Brasil. 53,24% homens e 40,62% com nível superior completo.

 

Postura do chefe: favoritismo e indecisão são maiores insatisfações, diz…

Obstáculos da inclusão: PcD no mercado de trabalho

Imposto sobre 13º, férias e horas extras entra em vigor