O Portal Carreira & Sucesso é uma publicação digital da Catho. Aqui você encontra informações relacionadas ao mercado de trabalho, que irão auxiliá-lo em seu desenvolvimento profissional.

24/02/2012 - O profissional gráfico e suas atividades

Autor: Comunicação

Profissional GráficoA função do gráfico é parte essencial na comunicação, jornalismo, publicidade, desenvolvimento de produtos e embalagens. No último dia 07 comemorou-se o Dia do Gráfico, um protagonista das mídias e do desenvolvimento econômico. Esta data foi fixada por conta da reivindicação destes profissionais em 07 de fevereiro de 1923 para melhores condições de trabalho e salários mais justos. Foi um movimento muito bem sucedido e marcou a base sindical do país.

Há 20 anos, a indústria gráfica, de modo geral, vem passando por grandes transformações. Trabalhos que antes dependiam muito da atividade manual, hoje estão perfeitamente automatizados. Os trabalhadores neste processo precisaram se adaptar a nova realidade tecnológica e lidar com sistemas cada vez mais informatizados.

A atividade é distribuída por inúmeras ocupações. Os processos gráficos podem ser divididos, basicamente, em três etapas: pré-impressão, impressão e acabamento. Na primeira delas, é realizada a preparação daquilo que será impresso, normalmente desenvolvido com computação gráfica por meio da criação de peças, como anúncios e embalagens – os designers gráficos e tratadores de imagens são os que atuam neste campo.

Na fase de impressão existem diferentes processos. Para grandes volumes, o mais usual em todo o mundo é o chamado offset (“fora do lugar”, que vem do fato da impressão ser indireta, ou seja, a tinta passa por um cilindro intermediário, antes de atingir a superfície), utilizado para produção de jornais e revistas. Nesta divisão, existem os profissionais impressores, que se dividem e se especializam conforme o tipo de maquinário.

Ainda na fase da impressão, existe o processo da flexografia (usa-se tintas líquidas altamente secativas, a base de água, solvente ou curadas por luz UV ou feixe de elétrons), onde operadores devem ter conhecimentos específicos para esta prática. A impressão digital, serigrafia e rotogravura correspondem também a atividades de profissionais distintos.

Já no acabamento, ou pós-impressão, na finalização de um livro, por exemplo, existe a pessoa que opera uma máquina de costura ou uma linha automática de acabamento deste material. No caso de uma embalagem, moldar corretamente é função do operador de corte e vinco.

Mercado de Trabalho

Um novo desafio que a categoria vem enfrentando é o crescimento e a concorrência das mídias digitais. A Internet, e-books e tablets ganham cada vez mais espaço e existe uma grande discussão em como estes recursos eletrônicos impactarão no meio impresso. “Embora a venda de jornais no Brasil continue aumentando ano após ano, acredito que este é um tipo de mídia que pode perder espaço”, opina Manoel Manteigas de Oliveira, diretor técnico da Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica e professor do Senai.

O mercado para o profissional gráfico oferece muitas oportunidades. Hoje, há diversas vagas no setor e existem muitas instituições de ensino dedicadas à área. “O Senai, por exemplo, possui várias escolas gráficas distribuídas pelo país e só no estado de São Paulo são quatro. O número de alunos cresce a cada ano, atendendo a uma demanda crescente do mercado”, conta Manteigas.

Leia mais sobre:

  |    |