Filmes que inspiram: Mad Max

Após ser capturado por Immortan Joe, um guerreiro das estradas chamado Max se vê no meio de uma guerra mortal, iniciada pela Imperatriz Furiosa na tentativa se salvar um grupo de garotas.

Num futuro pós-apocalíptico repleto de violência e privado de água e petróleo, o ex-policial Max Rockatansky (Tom Hardy) é o típico herói solitário que tenta resolver tudo sozinho. Porém, em Mad Max: Estrada da Fúria, o quarto filme da franquia, ele trabalha em conjunto com a Imperatriz Furiosa (Charlize Theron), uma mulher valente que resgata meninas sequestradas e forma com elas um bando feminino, para derrotar o vilão Immortan Joe (Keays-Byrne), o todo-poderoso de uma cidadela em que controla toda a água potável restante.

Perseguido e capturado por Joe, na tentativa de fugir da cidadela Max aceita ajudar Furiosa em sua luta contra Joe, que para mantém escravizada a polução do lugar, e se vê dividido entre mais uma vez seguir sozinho seu caminho ou ficar com o grupo. Juntos, os dois enfrentarão quilômetros de pesadelos numa fuga alucinante.

O filme mostra como os dois estabeleceram uma sociedade para atingir um objetivo comum – a luta pela sobrevivência. “Ter sócios é uma das premissas para empresas que desejam crescer justamente por unir diferentes perfis e habilidades em prol da mesma meta”, explica Luan Gabellini, sócio-fundador da Betalabs.

Boa pedida para os fãs de ação, o filme recebeu dez indicações ao Oscar 2016, vencendo em seis categorias técnicas: montagem, figurino, edição de som, mixagem de som, cabelo e maquiagem e desenho de produção.

 

Aproveite o feriado para pensar em sua carreira

5 dicas para o trabalho temporário virar efetivo

Eu posso trabalhar com horário flexível?