É hora de dar adeus ao banheiro separado por sexo?


De repente, vem aquela vontade incontrolável de fazer xixi. Você sai correndo da mesa de trabalho para o banheiro e… opa! Você não pode usá-lo, porque aquele espaço é destinado para uma pessoa do sexo diferente do seu.

E se a gente te disser que este cenário está prestes a mudar em Nova York? É que o prefeito Bill de Blasio sancionou uma lei que obriga os estabelecimentos a retirarem a distinção de sexo dos banheiros individuais, ou seja, quando uma pessoa se deparar com uma porta escrito WC, ela pode entrar sem medo!

A lei faz parte da iniciativa de apoio aos direitos das pessoas transgênero e, por enquanto, vale para todos os edifícios federais.

 

Aqui no Brasil, essa iniciativa já existe, garantida por uma resolução que reconhece os direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros (LGTB) nas instituições de ensino.

Mas, e nas empresas?

Bom, especialistas do mundo inteiro concordam que ainda há um caminho muito longo a percorrer neste sentido, pois, além de ser uma medida polêmica, também há a questão da adaptação dos banheiros para atenderem ambos os gêneros e a criação de políticas contra o assédio sexual.

Mas não há como negar que, em um futuro próximo, o banheiro sem gênero será uma realidade para todos nós! E viva a diversidade!

 

Chegou o mês mais longo do ano. E agora?

No currículo e na entrevista, chega de clichês!

E se perguntarem, na entrevista, por quê fui demitido?