O que faz um educador social

educador social

O educador social é um profissional essencial para a integração social de indivíduos em situação de vulnerabilidade, condições de deficiência ou exclusão social. Ele é a figura que busca reconectar à sociedade pessoas como:

  • Adolescentes Infratores
  • População carcerária
  • Pessoas com deficiências físicas ou mentais
  • Moradores de rua
  • Dependentes químicos

Realiza seu trabalho ministrando e coordenando atividades pedagógicas e lúdicas aos seus alunos, tais como:

  • Atividades educativas de lazer e cultura
  • Atividades esportivas
  • Oficinas de artesanato 
  • Aulas de educação ambiental ou sexual

Através da aplicação de atividades pedagógicas como estas, o educador social irá estimular a criatividade  e a participação dessas pessoas nas esferas da vida social, como por exemplo.: escola e trabalho. Além de contribuir para a saúde psicológica destes indivíduos.

Além disso, o sócio educador carrega consigo também a missão de assegurar a entrega dos direitos civis que estes indivíduos possuem e que os auxiliam no desenvolvimento social. Por conta disso, deve agir com intervenções caso perceba que algum de seus educandos está tendo seus direitos negados ou está sem acessibilidade.

O que um educador social faz?

Entre as tarefas do dia a dia que um educador social faz, estão ações como:

  • Orientações educacionais para grupos, famílias ou indivíduos em particulares
  • Elaboração e planejamento de atividades educativas
  • Elaboração e coordenação de oficinas educativas
  • Ministrar aulas
  • Acompanhar o progresso de seus educandos e elaborar relatórios para superiores envolvidos no processo de reintegração destes grupos
  • Elaborar atividades de educação civil, ambiental, ou sexual.

Para ser educador social, o que precisa?

Antes de mais nada lembre-se que o principal da profissão é a função de “educador”. Portanto, é fundamental ter interesse por ensinar diferentes temas a determinados grupos de pessoas que precisam desenvolver noções para reintegração à sociedade. 

Paciência e cordialidade para ensinar e habilidades com metodologias de ensino são requisitos fundamentais para se tornar um educador social, pois isto é o que garantirá a eficácia de suas atividades e ensinos.

Nas vagas de educador social, o perfil esperado contém traços como:

  • Empatia
  • Paciência
  • Organização e habilidades com administração
  • Interesse por áreas de humanas
  • Comprometimento
  • Interesse por causas sociais
  • Conhecimento de metodologias de ensino

Também é preciso ter preparação psicológica para lidar com casos e contextos mais difíceis que podem acabar abalando a saúde psicológica do educador. 

O envolvimento com a situação crítica e vulnerável dos educandos pode acabar o afetando emocionalmente. E isto é algo que não pode ocorrer, pois o educador deve estar sempre pronto e apto para lidar com estes pessoas.

O que estudar para ser educador social?

Em relação aos estudos e conhecimentos exigidos, desde 2019 quando a profissão foi regulamentada por lei, para ser um educador social é preciso apenas ter um curso superior em qualquer área. 

Não é exigida uma área específica pois o educador social pode trabalhar em várias frentes e coordenar atividades de diversas naturezas. Mas estes são os cursos que são considerados ideais para a profissão:

Portanto, pessoas que já possuem experiência profissional como: professor de artes cênicas, assistente social ou psicólogo, possuem aptidão de conhecimento para assumir este cargo.

Um bom educador social será reconhecido pela eficácia de suas atividades e oficinas propostas para a evolução educacional dos alunos. 

Logo, buscar ampliar os conhecimentos no que diz respeito à atividades lúdicas, metodologias de ensino e outros instrumentos pedagógicos é um grande diferencial para um educador social. 

Qualificação para educação social

Veja alguns cursos online que podem destacar o currículo:

O tipo de atividade a ser desenvolvida pelo educador social está a depender do tipo de grupo vulnerável que ele estará educando e também o segmento do estabelecimento onde estará atuando. 

Por exemplo, o educador social de um hospital que atua com pessoas com deficiência deve buscar especializar-se nos tipos de atividades educacionais mais adequadas para pessoas com aquela deficiência em questão.

E depois de cuidar dos seus estudos para assumir a profissão, candidate-se à vagas de educador social presentes na Catho!

Libras: conheça as profissões

Qual a diferença entre auxiliar e assistente financeiro?

Desemprego causa depressão? Impactos emocionais da falta de trabalho