Todo fim exige um novo começo


Quando bate aquela tristeza, depois que algo acaba, seja um filme, seu prato preferido, aquele romance que te trouxe tantas alegrias ou mesmo quando se perde o emprego, sempre existe aquela amigo “bem humorado” que solta a velha piadinha: “O sonho acabou!” -aquele doce tradicional de padaria, entende?

Mas espera, o sonho pode até acabar, mas a vontade e os ingredientes para fazer mais uma fornada, não!

Que tal saber mais sobre carreira? Cadastre seu e-mail abaixo e receba a newsletter #NaLabuta.

[newsl]

A verdade é que tudo na vida pode ter esse ciclo, pode possuir términos, encerramentos, portas se fechando, mas nunca é momentos de desistir. Se fechou-se uma porta não entre em desespero, procure janelas, lute… encare o fim como um novo começo.

A perca do emprego é e deve ser encarada como um recomeço, o momento em que foi preciso parar tudo e repensar os rumos para a vida profissional e todo o processo vivido para chegar até ali. Por isso, não cabe desespero, nem mesmo desânimo. Vale sim, montar um plano de recolocação que inclua cursos de atualização, network e artifícios de motivação pessoal e profissional.

Quer dicas? O #NaLabuta te dá agora:

1- Defina bem o seu objetivo;

2- Faça uma lista das empresas que você se identifica;

3- Prepare-se, estude, capacite-se;

4- Dê um tapa no seu currículo
Vá em frente, o recomeço não é impossível!

[adinserter name=”relacionadas”]

Reforma trabalhista: mais de 100 mudanças na sua CLT

Precisa ir rápido? Vai de mototáxi!

Sem carro por um dia? Você sobrevive!