Salário líquido: como fazer o cálculo? O que é descontado?

salário líquido

Para quem deseja um controle financeiro preciso, é importante aprender como calcular todos os descontos da folha de pagamento para saber o montante que irá receber. Há diferenças entre os valores do salário líquido, descontos de colaboradores CLT e pessoa jurídica.

E para entender melhor o tema, acompanhe ao longo deste post, como funciona para as pessoa física CLT e como fazer o cálculo do salário líquido. Vamos conferir o passo a passo?!

O que é o salário líquido?

O salário é um dos direitos trabalhistas previsto em lei, assim como os descontos obrigatórios. O salário líquido é o valor creditado na conta do colaborador.

Esse montante é o que resultado do salário bruto após os descontos legais e obrigatórios, como INSS (Previdência Social), dependentes e IRRF (Imposto de renda).

É importante distinguir entre os dois valores para não ter surpresas após a sua contratação no novo emprego.

Diferença entre salário bruto e líquido

O salário bruto é a quantia estipulada na contratação, esse é o valor registrado na carteira de trabalho. A partir desse valor é que são descontados os impostos obrigatórios e não obrigatórios.

A quantia restante é o salário líquido, você sabe como fazer o cálculo? Te explicaremos a seguir, confira!

Cadastre-se e busque a vaga de emprego ideal!

  • 1 Crie uma conta grátis
  • 2 Cadastre seu currículo
  • 3 Busque vagas e candidate-se
  • 4 Aguarde contato do recrutador

Obrigado por realizar seu cadastro na Catho!

Em seguida, finalize seu cadastro na nova janela.

Começe hoje mesmo a buscar a vaga de emprego ideal para sua carreira! Boa sorte!

76% dos recrutadores preferem contato via celular
Ambiente seguro Já possuo conta na Catho

Quais são os descontos realizados para chegar ao salário líquido?

É muito comum as pessoas não saberem a quantia exata que será creditada em sua conta no dia do pagamento. Pela CLT – Consolidação das leis trabalhistas, existem 2 descontos que são obrigatórios, o INSS e o IRRF.

Os valores descontados são variáveis, pois seguem uma porcentagem progressiva. Quanto maior o salário bruto, maior o valor descontado dos impostos. Também, existem outros descontos não obrigatórios que explicaremos abaixo:

Contribuição previdenciária (INSS)

O INSS — Instituto Nacional de Seguro Social, é uma autarquia pública que recebe esses valores descontados do salário do trabalhador para gerar benefícios em determinados casos.

Esse valor descontado obrigatoriamente reflete em benefícios como auxílio-doença, aposentadoria, auxílio-maternidade, pensão para dependentes em situações extraordinárias, acidentes no trabalho, entre outros.

Os valores sofrem alterações anuais, conforme o reajuste do salário bruto do trabalhador, inclusive autônomos. Segue abaixo as alíquotas de desconto:

Faixa salarialSalário brutoAlíquota
1ª Faixa salarialAté 1320,007,5%
2 ª Faixa salarialDe 1321,00 até R$ 2.571,299%
3ª Faixa salarialDe R$2.571,30 até R$3.856,9412%
4ª Faixa salarialDe R$3.856,95 até R$7.507,4914%

Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF)

A base de cálculo para saber o IRRF é simples: é o valor resultante do desconto do INSS e de cada dependente que é de R$ 189,59.

A sigla IRRF significa Imposto de Renda Retido na Fonte, que representa o adiantamento do pagamento do Imposto de Renda do colaborador.

Nesse caso, a empresa contratante possui a obrigação de descontar esse valor em folha e repassá-lo para a Receita Federal.

A tabela de isenção e alíquotas do imposto de renda foram corrigidas e atualizadas pelo Presidente da República Luis Inácio Lula da Silva, em 1º de maio de 2023, segue os valores abaixo:

Salário brutoAlíquota
Até R$2.112,00Isento
R$2.112,01 até R$2.826,657.5%
R$2.826,66 até R$3.751,0515%
R$ 3.751,06 até R$4.664,6822,5%
Acima de R$4.664,6827,5%

A receita ainda aprovou a dedução simplificada no valor de R$ 528,00 mensais. Na prática, elevou o valor do salário bruto isento de imposto de renda em R$ 2.640 por mês, ou seja, quem ganha abaixo desse valor, não sofrerá desconto retido na fonte nem precisa declarar anualmente.

A empresa que paga o salário bruto acima de R$ 2.640,00 para o colaborador, pode deduzir o valor de R$528,00 da dedução simplificada ou fazer os cálculos do salário bruto e descontar INSS e dependentes, o valor que beneficiar o funcionário deve ser mantido como base de cálculo.

Se você trabalha a noite, saiba como calcular o adicional noturno para receber os valores corretos!

Descontos extras

Esses valores são descontados desde que acordados na contratação ou estiver previsto por lei, os principais descontos são:

  • Faltas injustificadas e atrasos — a CLT prevê o direito ao contratante de descontar faltas injustificadas e atrasos.
  • Vale-transporte — o desconto é facultativo, mas a lei prevê desconto de 6% sobre o salário bruto.
  • Plano de saúde — este benefício é facultativo, mas se houver, a empresa pode descontar até 70% do valor do salário bruto do colaborador.
  • Contribuição sindical — para ter esse desconto, é necessário que o funcionário opte por participar de um sindicato.
  • Pensão alimentícia — esse valor é estipulado pelo juiz em decisão judicial, nesse caso o valor é descontado em folha e depositado na conta da mãe da criança.
  • Empréstimo consignado — esse tipo de empréstimo é descontado em folha e possui valor e data fixados.

O FGTS não é descontado do funcionário, além disso, é obrigação do empregador depositar o valor todo mês, que podem ser sacados pelo funcionário após a rescisão contratual de trabalho.

Como calcular o salário líquido?

Para calcular o salário líquido, siga os passos abaixo:

  1. Saiba o valor do salário bruto;
  2. Desconte o valor do INSS (conforme a faixa salarial da tabela);
  3. Desconte o valor do IRRF (conforme a faixa salarial da tabela);
  4. Desconte o valor dos extras como vale-alimentação, vale-transporte e outros.

Agora que você já sabe como calcular o salário líquido, confira também Hora Extra: saiba o que a CLT diz sobre e quanto você deve receber!

Descubra mais de 300 mil vagas no site da Catho.

E aí, o que achou de aprende com detalhes como calcular o seu salário líquido? Nos conte aqui nos comentário e aproveite para compartilhar o conteúdo em sua rede social favorita!

Avalie esse artigo:
Autor

Time de profissionais da Catho, onde reunimos especialistas para falar sobre mercado de trabalho, processos seletivos, entrevista de emprego e muito mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acesse milhares de vagas de emprego, incluindo home office!